ITunes App Store Top 2 Brasil – sobre o post prometido

Chegamos ao Top 2 Brasil com a aplicação de jogo da memória que havia comentado ontem.

Fase #3 do Jogo da Memória - Times RJ/SP
Fase #3 do Jogo da Memória - Times RJ/SP

Agradeço o apoio dos leitores do Zeletron e explico porque não fiz um post com a análise comercial da loja da Apple: Não tenho os números para uma projeção decente. Explico a seguir.

Quando estava em Top 12 tinham sido 880 downloads no dia anterior. Hoje começamos em Top 3 com 2800 downloads no dia anterior. Como o movimento ainda é de alta, espero que continue assim, não consigo fazer as estimativas que gostaria. Mas prometo manter vocês informados, já que este tipo de estudo é fundamental para se construir um plano de negócios ao pensar em entrar na loja de Aplicativos móveis.

Como dizia um analista estes dias, em aplicativos móveis, a corrida do ouro está apenas começando.

Google I/O – Muitas novidades no primeiro dia

Todo mundo sabe que a Microsoft é a potência que é hoje graças aos que desenvolvem para a plataforma Windows. O Steve Balmer já deixou isto bem claro:

Se vê que o Google procura seguir estes passos e neste momento está ocorrendo o Google I/O 2010 em San Francisco, CA. É o evento anual do Google para developers, developers, developers … e este ano no primeiro dia já foram lançadas muitas novidades, que resumo a seguir:

1) Google Storage for Developers: 100 GB esperando você, corra que já tem fila.
2) Acesso a API do GMail e de outros serviços através da Plataforma OpenBox.
3) Migração de Cloud Computing com uma versão do VMWare di gratis – Mais informação em: http://code.google.com/cloudportability/
4) Google App Engine for Business – Você pode fazer serviços web para seus clientes sem ter que contratar um servidor dedicado e de forma totalmente elástica. Não é grátis, mas o preço é camarada.
5) Google Web Font e Font Api – Uma abordagem promissora para fontes de texto na Web: http://googlecode.blogspot.com/2010/05/introducing-google-font-api-google-font.html

Outras novidades:
Chrome Web Store – Isso mesmo, uma loja para o Chrome. Virou moda lançar loja.
WebM Project – Um formato de midia open (o Stallman vai arrancar os cabelos)
Google Maps Api v3 – Agora muito mais liberal com relação aos acessos.
Nova Feed Api – Com suporte nativo ao PubSubHubbub. (Será que foi por isso que o feedburner andou falhando…)
Google Wave Aberto para todos – Alguém usa isto? Alguém usa Buzz?

Ufa!

Foram muitas novidades e amanhã tem mais.

Quer ver ao vivo? http://www.youtube.com/googledevelopers

Google lança suporte a scripts em planilhas

Uma funcionalidade interessante que o Google anunciou ontem foi a capacidade de ter scripts nas planilhas do Google Docs

Os scripts permitem várias coisas legais:

  • Criar funções para suas planilhas como a Microsoft faz com o VBA para Excel.
  • Unir funcionalidades de vários produtos Google, mandar e-mail de uma lista de endereços contida numa planilha de acordo com uma data do Google Calendar.
  • Customizar funções de outros produtos Google – adicionando botões, processando e-mails, etc.

Acho que ainda hoje o blog TopExcel (antigo Excelgredo) irá fazer um comparativo entre o que o Google oferece e o que se pode fazer na Plataforma Office da Microsoft. No entanto o anúncio do Google é bastante interessante porque abre portas para inúmeras aplicações.

Alguns exemplos você pode encontrar em: http://www.google.com/google-d-s/scripts/templates.html

Uma documentação completa em: http://www.google.com/google-d-s/scripts/scripts.html

Crosspost: BugSa

Curso de desenvolvimento mobile – 10 vagas

Depois de vários posts sobre desenvolvimento mobile percebi que poderíamos fazer um curso ao vivo e a cores.

Como será a primeira edição do Zeletron Mobile Training vamos oferecer 10 vagas.

Bom, aí você pergunta: onde vai ser?
Eu respondo: Rio ou São Paulo – depende dos interessados.
Quando vai ser? em junho em data a ser definida
Vai ter custo? Sim. Mas nada extravagante.

Como será feita a seleção? pode deixar um comentário neste post ou enviar uma mensagem para o twitter deste blog que entraremos em contato.

Que plataformas serão abordadas? iPhone e Android. Talvez Nokia.

Aguardo vossos comentários e sugestões.

Desenvolvendo para IPhone sem Objective-C (Epílogo)

Penso que cumpri o prometido nos posts anteriores e agora você é capaz de gerar uma aplicação para o IPhone. A grande pergunta é: vale a pena?

Para responder a sua pergunta estou disponibilizando os dados de hoje de nossas seis aplicações já aprovadas na loja da Apple. Apenas duas são pagas, outras 6 são grátis.

Acho que este tipo de informação pode ser muito útil para você e como não vi em nenhum lugar dados assim o Zeletron fornece eles com exclusividade para você.

Links para as apps:

http://itunes.apple.com/app/reversi-2010/id367683973?mt=8

http://itunes.apple.com/app/desafio3x3/id366676796?mt=8

http://itunes.apple.com/app/presidentes-do-brasil/id365306438?mt=8

http://itunes.apple.com/app/orationis/id367869456?mt=8

http://itunes.apple.com/app/zeroes/id368251065?mt=8

http://itunes.apple.com/app/id366287417?mt=8

Assim, encerramos esta série de post sobre desenvolvimento para IPhone sem Objective-C.

Desenvolvendo para IPhone sem Objective-C (Parte 1/3)

Aplicação usada como exemplo:
http://itunes.apple.com/app/zeroes/id368251065?mt=8

Havia prometido o tutorial e finalmente chegou o dia. Vamos ver se conseguimos fazer as 3 partes em 3 dias consecutivos. Talvez, você que esperou tanto tempo esteja se perguntando porque ele demorou tanto para fazer o tutorial? Demorei porque esperei o programa que vou usar como modelo ficar aprovado na loja da Apple, o tempo de revisão é de 5 a 7 dias e hoje pela manhã ele foi publicado. Este programa que vou usar como modelo chamado Zeroes é um jogo de raciocínio que custa US$ 0.99 (você gostará tanto do tutorial que vai comprar ele, não vai?)


O caminho convencional de desenvolvimento para o IPhone é usando o compilador XCode com a linguagem Objective-C (que de C aliás tem muito pouco), este caminho não é acessível a todos os desenvolvedores e tem uma curva de aprendizado bastante lenta. O outro caminho, aprovado pela Apple, é o do desenvolvimento Web com Javascript + HTML5 + CSS3. No entanto o desenvolvimento Web não permite que o aplicativo seja vendido na loja da Apple a menos que você compile ele em um executável e este é o objetivo do tutorial.

Continuar lendo Desenvolvendo para IPhone sem Objective-C (Parte 1/3)

Lançamento do Qt 4.6 com suporte a Symbian

qtreleased

Espoo, Finlândia – A Nokia lançou hoje o Qt 4.6, a versão mais recente do framework de desenvolvimento multi-plataforma Qt. Com novos e poderosos recursos gráficos, suporte para multi-touch e gestos, o Qt 4.6 torna o desenvolvimento de aplicações mais fácil e agradável.

“O Qt 4.6 marca um momento emocionante para os desenvolvedores, independentemente do público alvo ou plataforma”, disse Sebastian Nyström, Vice Presidente de Serviços e Frameworks da Nokia.

“Os desenvolvedores podem facilmente criar aplicativos visualmente atraentes e conectados à Web para desktops ou dispositivos móveis, incluindo as centenas de milhões de aparelhos baseados em Symbian e Maemo”

“A comunidade poderá desfrutar disso usando a IDE intuitiva poderosa para criar rapidamente, aplicações atraentes.” Nyström acrescentou.

Mais plataformas

O Qt 4.6 inclui suporte para a plataforma Symbian, pela primeira vez, e também adiciona o Windows 7, Apple Mac OSX 10.6 (Snow Leopard) e o futuro Maemo 6 à lista de plataformas suportadas. Também está disponível o apoio da comunidade para sistemas operacionais de tempo real QNX e VxWorks. O suporte para Maemo 5 também está atualmente em desenvolvimento, com a prévia da tecnologia divulgada hoje.

O suporte do Qt para Symbian e Maemo cria oportunidades para os desenvolvedores que estejam querendo atingir ambas as plataformas a partir do mesmo código. Ser capaz de compartilhar código entre plataformas significa que as aplicações que eles criarem deverá chegar ao mercado mais rapidamente e atingir um público maior de usuários.

Um colírio para os olhos

O Qt 4.6 baseia-se nas melhorias gráficas da versão 4.5 e a incrementa, com a adição de um novo Framework de animação, além de novos efeitos gráficos avançados como opacidade, sombras, brilho e filtros.

Mais dedos

Uma das características novas no Qt 4.6 é a capacidade de criar aplicações multi-touch. O Multi-touch e os gestos, bem como o movimento de rolagem cinética do Qt 4.6 criam uma estrutura poderosa para o desenvolvimeto de interfaces mais amigáveis com aparelhos que tenham telas sensíveis ao toque.

Mais potência

O Qt 4.6 muda completamente a noção de desenvolvimento convencional no qual, normalmente, quanto mais avançados são os efeitos da interface do usuário, maior é custo de desempenho. Um trabalho extenso tem sido feito para proporcionar o melhor desempenho possível, permitindo que os desenvolvedores possam entregar o “efeito uau” que é exigido pelos usuários.

As melhorias no desempenho vieram na forma de um código altamente otimizado, na re-escrita do algoritmo de renderização GraphicsView, novo motor OpenGL e WebKit, no suporte gráfico 2D usando OpenVG e no novo suporte DirectFB.

Ferramentas atualizadas

A cereja do bolo do lançamento do Qt 4.6 é a versão atualizada do Qt Creator, uma IDE multi platforma para o desenvolvimento em Qt. O Qt Creator 1.3 e o SDK Qt 4.6 contém tudo o que os desenvolvedores precisam para criar aplicações multi-plataformas.

Para saber mais sobre o Qt 4.6, o Qt Creator e para baixar os pacotes, visite http://qt.nokia.com/whatsnew.

Deixo o vídeo abaixo demonstrando o uso do Qt em celulares Symbian 3rd e 5th Edition e no N900.

Quem foi que disse que a Nokia parou no tempo nas interfaces?

Ovi SDK

Hoje a primeira novidade do Nokia World foi o Ovi SDK, uma API para ajudar os desenvolvedores a fazer aplicativos para os celulares da Nokia.

A grande vantagem dessa plataforma de desenvolvimento é que ela será a mesma para Symbian e Maemo, uma vez que é baseada em Web (HTML, CSS e Javascript). Isso ajudará a uniformizar a interface e o desenvolvimento, facilitando muito a vida do usuário e do desenvolvedor.

O SDK integra-se perfeitamente com o Ovi Maps e oferece uma gama de possibilidades para o desenvolvedor produzir aplicativos baseados na localização do usuário. O vídeo abaixo (em inglês) mostra exatamente essa característica, com exemplos reais de empresas que já estão desenvolvendo suas aplicações baseadas no Ovi Maps.

O SDK traz consigo um emulador que facilita muito os testes dos aplicativos. Ele é gratuito e pode ser baixado no Forum Nokia (é preciso registrar-se) no endereço abaixo:

http://www.forum.nokia.com/Ovi/

Artigo da Semana no Forum Nokia

Ontem fui acordado por um SMS do Marcelo Barros me dando uma ótima notícia!

O artigo “How to display transparent PNG on canvas with masks“, que eu escrevi em abril, foi escolhido pelo pessoal do Forum Nokia para ser o “Featured Article of Week“.


Para os desenvolvedores Python de plantão, deixo os links para o artigo em Inglês e em Português:

Agradeço mais uma vez ao pessoal do Forum Nokia pela escolha!

Ei, façam o favor de aceitar aplicativos em Python na Ovi Store!

Na semana passada, o Marcelo Barros levantou uma questão bastante importante a respeito da Ovi Store, “Porque os aplicativos desenvolvidos em Python não poderiam ser distribuídos na loja?”

Segundo o pessoal responsável pelo projeto Ovi Store, a loja só suportará aplicativos desenvolvidos em C++, Java e Flash, deixando de lado toda gama de bons aplicativos feitos em Python.

A dúvida chegou ao Bill Perry, gerente de suporte aos desenvolvedores da Ovi Store, que, via Twitter, informou que realmente não está previsto o suporte aos aplicativos feitos em Python, mas que gostaria de saber a opinião da comunidade de desenvolvedores a respeito desse assunto.

Com isso, começou uma campanha no Twitter pedindo para as pessoas escreverem o texto abaixo, adicionando a hashtag #pys60onovi:

People, say YES to Python apps on OVI store ! Retweet and add tag #pys60onovi to your posts ! http://bit.ly/3Q81R

Retweet…

A discussão também começou no Forum Nokia e nomes como Pankaj Nathani (Croozeus), Jouni Miettunen (JOM), ambos Forum Nokia Champions, e de outros desenvolvedores bastante ativos, entraram na conversa, unânimes no pedido de que os aplicativos feitos em Python pudessem também estar presentes na Ovi Store.

O fato é que esse assunto ganhou peso e, ontem, já tivemos notícias de que ele está sendo tratado pelo pessoal da Ovi Store, como podemos ver nesse Twitter do Forum Nokia Expert Jukka Laurila.

Vamos esperar que a situação seja revertida e que os desenvolvedores Python possam também promover seus programas na Ovi Store. Cruzem os dedos!

Você sabe o que é WRT?

Ano passado, durante o Forum Nokia Tech Days de São Paulo tive oportunidade de aprender a mexer e programar na plataforma Web Run-Time (WRT) que os aparelhos S60 novos trazem consigo.

Essa plataforma, nada mais é do que uma maneira de poder rodar widgets (aplicativos feitos em HTML, Ajax, CSS e Javascript) diretamente do celular, fora do browser, como se fossem aplicativos nativos. É exatamente a mesma coisa que aqueles programinhas que rodam no dashboard do MacOSX ou os widgets do iGoogle etc.

A grande vantagem dessa plataforma é que os desenvolvedores Web não terão muita dificuldade em aprender e desenvolver novos produtos e aplicações.

No site do Forum Nokia é possível começar a desenvolver facilmente seus próprios widgets.

Outra vantagem no desenvolvimento nessa plataforma é que os widgets não requerem assinatura, ao contrário dos programas nativos. Isso facilita os testes e a distribuição dos widgets.

O único problema da plataforma é a pequena gama de aparelhos que suportam WRT ainda. A lista atual (retirada do site S60.com) segue abaixo. Alguns aparelhos só têm essa possibilidade depois de uma certa versão do firmware, como está especificado entre parêntesis.

Aparelhos compatíveis com WRT

Instalando e usando os Widgets

Diferentemente dos aplicativos nativos Symbian, que têm extensão .sis ou .sisx, a instalação dos widgets tem a extensão .wgz.

A instalação pode ser feita da mesma forma que com os arquivos .sis ou .sisx. Pelo Nokia PC Suite ou diretamente no aparelho, ao abrir o arquivo .wgz.

Depois de instalado, o ícone do widget estará disponível na pasta de instalações ou aplicativos, de acordo com o aparelho.

Você poderá encontrar vários widgets para seu celular no site Mosh da Nokia. Além desses, o Dr. Jukka (aquele do Y-Browser), fez uma lista de 50 widgets recomendados por ele. A lista encontra-se nesse endereço: http://www.drjukka.com/50Widgets.html

Desenvolvendo em C++ para S60 também com Qt

Hoje pela manhã, o pessoal da Trolltech revelou a boa notícia que havia portado o Qt para celulares Symbian S60.

Antes de mais nada, Qt é uma biblioteca de desenvolvimento em C++ e em Java multiplataforma. Ela já existe para fazer programas que rodam no Windows, Linux e Mac. A versão móvel da biblioteca só permitia desenvolvimento para Embedded Linux e Windows CE, mas hoje incluiu o S60 no seu portfólio. Isso quer dizer que um programa pode ser compilado, sem modificar o código-fonte, para Symbian S60, Windows CE e Embbeded Linux.

A notícia é do blog See into S60, que postou um vídeo muito legal demonstrando as características do Qt num celular Nokia, num HTC e num Neo.

Caso queira saber mais sobre o Qt para S60, clique aqui.

A biblioteca possui licenças OpenSource e Comerciais.

Nokia Data Gathering – Made in Brazil

A Secretaria de Saúde do Amazonas é a primeira a utilizar a nova tecnologia móvel para monitorar a dengue

São Paulo, 29 de setembro de 2008 – A Nokia, líder mundial em mobilidade, anuncia a primeira aplicação do Nokia Data Gathering (Nokia Coleta de Dados), uma solução de software para ajudar organizações a coletar dados de pesquisas de campo de forma rápida e enviá-los em tempo real. A nova tecnologia, que substitui formulários em papel, garante resultados mais seguros e será utilizada ainda este ano pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), órgão da SUSAM (Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas), em um projeto de combate à dengue na região metropolitana de Manaus.

Desenvolvido no Brasil, o Nokia Data Gathering, que não terá custos para organizações do setor público e ONGs, permite às organizações criar questionários detalhados para distribuição em diversos aparelhos móveis por meio da rede celular. Agentes podem preencher o questionário no visor do aparelho e mandar as informações em seguida para um servidor central. O sistema também permite o uso do geotag (marcação geográfica) com informações de GPS, que permitem identificar em um mapa os pontos exatos onde a coleta foi realizada. Este recurso garante uma tomada de decisão mais precisa para obter uma localização com mais detalhes das condições do local.

“O formato convencional de pesquisas exige o transporte de muitos formulários, além de existir sempre o risco de preenchimento incorreto e conseqüente demora na análise e compilação dos dados”, diz Luciana Souza, gerente de responsabilidade social corporativa da Nokia do Brasil. De acordo com Luciana, a coleta de informações em dispositivos móveis desempenha um importante papel social em comunidades isoladas ao redor do mundo. “Trata-se de um serviço que usa a modernidade com excelente custo-benefício e traz enorme facilidade de uso para o pesquisador. Em campos como a saúde, por exemplo, o acesso às informações faz a diferença na hora de combater possíveis epidemias”, complementa.

Combate à Dengue

A SUSAM irá usar o Nokia Data Gathering para auxiliar na prevenção de doenças. A partir de outubro, 50 especialistas sairão às ruas da região metropolitana de Manaus, munidos de aparelhos Nokia E61 e Nokia E71, emprestados pela Nokia por comodato, para obter e registrar dados sobre comportamentos preventivos e sintomas da dengue. A fase piloto de implantação da nova tecnologia foi realizada nos últimos dois meses nas zonas Norte, Leste e Oeste, em bairros escolhidos com base nos dados de presença de mosquitos e larvas, e no número de casos da doença.

Os dados recolhidos ao longo da campanha servirão de suporte aos inquéritos bimestrais realizados para o levantamento rápido de presença de larvas do mosquito Aedes Aegypti em residências e outros edifícios. “A Secretaria de Saúde do Amazonas mantém uma série de programas para enfrentar doenças endêmicas na região e a tecnologia da Nokia vai facilitar a coleta e análise de dados epidemiológicos”, afirma o secretário estadual de saúde, Agnaldo Costa.

A tecnologia do Nokia Data Gathering envolve a transmissão de dados quase em tempo real, por meio da conexão GPRS das redes GSM. Em locais onde não há rede, os dados ainda podem ser armazenados em um cartão de memória e enviados quando o sinal se restabelecer. Ainda há a possibilidade de envio de dados para um computador via bluetooth (sem fio), cabo USB ou pelo próprio cartão de memória.

“A transmissão das informações logo após as entrevistas, além de garantir melhor agilidade e segurança, evita o preenchimento manual, que costuma ser mais trabalhoso e demorado”, diz o secretário. Para o ano que vem, o objetivo é expandir o projeto, envolvendo os 600 agentes de saúde que cobrem todo o estado do Amazonas, obtendo dados também para prevenir e combater a malária e febre amarela. Ainda há a previsão de uso da tecnologia do NDG para campanhas de vacinação e ações de vigilância sanitária e ambiental.

No início deste ano, o Governo do Amazonas elaborou o Plano de Impacto para o controle da dengue, visando reduzir os riscos de epidemia em Manaus. A capital responde por mais de 90% dos casos registrados no Estado.

Com ações integradas de saneamento, educação em saúde e combate ao mosquito Aedes aegypti, realizadas de fevereiro a junho, o Plano gerou uma queda de mais de 40% nos casos registrados neste período. As ações foram desenvolvidas por órgãos públicos estaduais e municipais, indústria, comércio e Forças Armadas, sob a coordenação da FVS.

“Conseguimos controlar a dengue, mesmo com todos os fatores favoráveis à expansão da doença, como a circulação dos três sorotipos, o clima e a proximidade com estados onde houve epidemia em 2008”, afirma Evandro Melo, diretor da FVS. Segundo ele, os casos entre junho e julho foram 47% menores que os registrados no ano passado, quando a doença estava totalmente estabilizada.

Formulários customizados

A tecnologia do NDG foi criada para diversos fins, indo além do campo da saúde. “Por exemplo, a obtenção remota de dados é fundamental em áreas como agricultura, censos, serviços emergenciais e até suporte a crianças carentes. Trata-se de um serviço com diversas possibilidades”, reforça André Erthal, gerente do INdT (Instituto Nokia de Tecnologia). Os formulários e questões podem ser totalmente customizados de acordo com a necessidade de cada instituição. “O próprio responsável pela pesquisa pode criar os formulários digitais e transferi-los para o aparelho via Internet, SMS, cabo de dados ou bluetooth”, diz Erthal.

A Nokia irá licenciar o software do NDG sem custos. “Esta solução mostra o verdadeiro potencial da tecnologia móvel para entregar benefícios sociais”, acrescenta Luciana Souza. “Quanto mais crítico é o tempo para obter as informações, mais importância ganha uma solução baseada em um aparelho móvel”, diz.

Entidades e empresas interessadas em mais informações podem acessar o site do NDG (www.nokia.com/datagathering).

Fonte: LVBA Comunicação