Chegou – Aguardem outras fotos

Ele chegou!

Mas o aparelho não veio sozinho. Ele veio para me ajudar a participar de um evento do qual eu fui convidado…

A mariola só vai para quem adivinhar os dois! 😀 (Parece que um dos leitores já acertou qual é o aparelho num dos comentários)

Segue a primeira foto (Não reparem, eu fotografei com o E50, com pouca luz e no modo noturno. Minha câmera digital ficou no trabalho):

N81 disponível para venda

A Nokia anunciou hoje que já estão disponíveis para venda os aparelhos N81 e N81 8GB, lançados em 29/08 no evento Nokia Go Play.

Os dois aparelhos são a continuação da plataforma N-Gage de jogos e têm diversas novidades no campo da interface, como os menus 3D.

Os menus 3D de multimídia foram lançados nesse aparelho e serão o próximo passo na nova interface dos aparelhos da série N.

Os aparelhos virão com versões demo de vários jogos como FIFA 07, Asphalt 3 e Space Impact Light.

O preço estimado do N81 na Europa é de € 360,00 (aproximadamente R$ 940,00) e o N81 8GB deverá ser vendido, também na Europa, por € 430,00 (aproximadamente R$ 1.200,00). Ainda não sei quando ele chegará aqui na Terra de Santa Cruz, mas, quando chegar, espero que não extrapolem no preço, como fizeram com o N95.


Você sabe o que é Maemo?

Apesar de não termos à venda aqui no Brasil nenhum internet tablet da Nokia (770, N800 e N810), eles são bastante comuns no exterior. Anteontem, esta linha de produtos ganhou mais um membro, como eu falei dois posts abaixo, o N810(aliás, já existe “post” em português?).

Para quem não sabe, esses aparelhinhos não são telefones celulares, são equipamentos intermediários entre um Palm/Pocket PC e um Notebook/Tablet PC.

Na verdade eles rodam um sistema operacional Linux com desktop GNOME e interface Hildon. A soma desses três componentes é chamada pela Nokia de “Maemo Platform“, que será também usada pelos futuros Ubuntu Mobile e Ubuntu Embedded.

A plataforma foi lançada em 2005 e é uma evolução da falecida interface do S90 (Lembram do 7710?). Ela é totalmente adaptada para usar toda a tela do dispositivo, que é sensível ao toque.

A idéia da plataforma Maemo é tornar móveis as aplicações de desktop atuais, que já rodam sobre Linux.

Se tudo der certo, a Nokia vai começar a incomodar a Microsoft e seu Windows Mobile da mesma forma que o Ubuntu já vem fazendo há algum tempo com o seu sistema para desktop.

Nokia 770
Nokia N800
Nokia N810

E não é que era verdade? Lançaram o N810

Em julho desse ano, saiu um rumor sobre o N900 que seria um sucessor do N800. Na época, apesar das fotos, eu mesmo escrevi que não acreditava que pudesse ser um aparelho da Nokia.

Pois é, eu me enganei.

Anteontem a Nokia anunciou o lançamento do N810, um internet tablet que é o sucessor do N800.

O aparelhinho possui uma tela com resolução de 800×480 de 4.1″ touch screen, 128MB de RAM, processador OMAP 2420 de 400 MHz e teclado QWERTY.

Seguem abaixo as fotos da criança. De qualquer forma eu continuo com um pé atrás com esses rumores de celulares novos. Às vezes é obra do photoshop. rsrsrsrsrs.

China – Um país de clones – Parte III

Os chineses estão cada vez mais sem vergonha de clonar os celulares das grandes fabricantes.

Seguem abaixo as fotos dos últimos clones que eu encontrei por aí (por ordem alfabética).

Será que isso não incomoda o pessoal da Nokia?


Nokia 5700

Nokia 6500 Classic

Nokia 6500 Classic

Nokia 6500 Slide

Nokia 7500 Prism

Nokia 7500 Prism

Nokia 7500 Prism

N76 – Esse está muito bem feito

N76 – Se não fosse esse “MP4” no teclado…

N76 – E essa tela touch screen…

N76 – E o “Nokla” no lado de fora.
N77

N77

N77

N77

Esse N82 saiu antes da Nokia lançar o dela
Esse N82 saiu antes da Nokia lançar o dela

N93

N93

N93
N93

N93

E o N94i

N94i

N94i

N94i

Atualização de Firmware para Nokia N73

É a segunda atualização de firmware desta semana. Primeiro foi o N93i, desta vez o felizardo é o campeão de vendas N73, ou melhor, os felizardos são os donos de N73.

Essa versão do firmware também inclui o Nokia Maps 1.0 (edição 1.2) para uso com GPS bluetooth.

Ela também inclui atualizações à biblioteca de músicas e de download de músicas, assim como oferece melhorias no envio de SMS e no gerenciamento de aplicativos.

A atualização está disponível pelo Nokia Software Updater.

Atualização de Firmware para Nokia N93i

Saiu uma nova versão de firmware para o N93i – versão 30.0.013

Essa versão inclui o Nokia Maps 1.0 (edição 1.2). Ela também agiliza a abertura de arquivos de vídeo, tem melhorias na edição de MP4, na qualidade da câmera secundária e suporte para os fones de ouvido stereo Bluetooth BH-902 e BH-903.

De quebra eles colocaram um tema extra no pacote.

NSeries – Próximo Episódio

No site da Nokia Inglesa existe uma página apontando para o Próximo Episódio do Nokia Go Play, o evento que lançou o N95 8GB e o N81.

Não sei se vocês lembram do site http://070829.com/, que fazia menção ao lançamento de novos aparelhos no dia 29/08/2007 (Último Nokia Go Play). Pois é, este outro site, é bastante parecido com o do dia 29/08 e fala do “próximo episódio”.

Alguns estão especulando que nesse dia a Nokia vai lançar o N82 e um Internet Tablet para substituir o N800 (que ainda não sabemos o nome). Vamos aguardar.

Enquanto isso, segue uma foto (do site symbian-guru) do que deve ser o N82 e o link para o XML com as especificações dele.

http://nds1.nds.nokia.com/uaprof/NN82-1r100.xml

Nokia 6500 Slide

Em maio, eu fiz um post sobre os 3 novos modelos S40 3G que a Nokia vai lançar ainda este ano. Dentre eles estava o 6500 Slide, “uma versão S40 do N95”.

Antes que digam que eu sou exagerado, eu concordo que é exagero, mas, pelo menos, nas dimensões, 96.5 x 46.5 x 16.4 mm, e no formato do aparelho, ele se assemelha muito ao N95. Além disso, ele tem saída para TV, Rádio FM, câmera de 3.2MP com lentes Carl Zeiss.

Está bem, ele tem que comer muito feijão para ser um N95, mas é o aparelho S40 com a maior quantidade de itens e com os melhores deles. Selecionei os mais legais abaixo:

  • Celular Quad-Band e 3G (WCDMA 2100 e 850)
  • Tela 320×240 com 24bits de cores (16 milhões)
  • Suporta cartões MicroSD de até 4GB
  • Saída para TV
  • Câmera de 3.2MPixels com lentes Carl Zeiss

Só acho que esqueceram de colocar um GPS integrado para o aparelho ficar completo.

Seguem algumas fotos do celular extraídas do blog Intomobile.





Revisão do E50

Projetado para ser o aparelho de entrada na linha “E” da Nokia, o E50 é o mais simples de todos os celulares voltados para o mercado corporativo.


Junto com seu irmão com teclado QWERTY, o E62, o E50 tem o hardware mais limitado que os outros integrantes da série, com um processador único ARM 9 de 235MHz, sem WLAN nem WCDMA.

Mesmo assim, o aparelhinho não faz feio. Ele é quadriband (GSM 850, GSM 900, GSM 1800 e GSM 1900), tem o sistema Symbian S60 3rd Edition, roda quase todos os programas que o E61 roda, tem o mesmo sistema de bluetooth do E62 (que é melhor do que o do E61), tem um som espetacular e é muito fino.

Existem duas versões do aparelho. Uma tem câmera de 1.3Mpixels e a outra vem sem ela. O meu E50 é nacional da Oi e é o da versão que tem câmera.

Até agora, estou gostando bastante do E50. Não tenho como avaliar as funções de rede dele porque meu plano da Oi não tem pacote de dados e ele ainda está bloqueado para a Oi. Assim que eles conseguirem desbloquear o aparelho (espero que seja em breve) vou testar com o chip da Claro e complemento essa postagem.

Vamos começar com os defeitos para terminar com as qualidades:

Defeitos

1) Não tem WLAN nem WCDMA. Tudo bem, isso não é um defeito muito grave, até porque o preço compensa bastante. Quanto ao WCDMA, não faz falta nenhuma aqui no Brasil, rsrsrs.

2) A bateria dura muito pouco. Para mim, em geral, num Nokia (exceto o N95 Europeu), a bateria deve ser um ponto positivo, mas estou vendo que no E50 ela não é o ponto forte. Ele usa a famosa BL-5C de 970mAh, a mesma que dura mais de uma semana no 1100 não está durando dois dias no E50 (mesmo não usando GPRS). Eu sei que o 1100 não tem nada, mas acho que para esse aparelho uma bateria mais forte seria interessante. Por outro lado, com essa bateria eles conseguiram fazer um celular Symbian uma espessura invejável de 1,55cm.

3) As letras ficam muito pequenas na tela. Eu ainda tenho uma boa visão, graças a Deus, mas eles exageraram na dose do tamanho das fontes do celular. Ainda por cima, a tela com 240×320 de 2″ (mesma resolução do E61 com 3″ de tela) faz tudo ficar muito nítido, mas em tamanho bastante reduzido. No início você estranha muito (pelo menos eu que estou há 9 meses usando o E61 estranhei).

4) A tecla do lápis fica do lado direito do aparelho. Copiar e colar com ele é uma tarefa para o homem-elástico.

5) O microfone dele tem um problema com sons muito altos. Eu reparo um chiado quando o volume da voz aumenta muito. Isso acaba sendo bom para mim, por que me ajuda a moderar o tom de voz no telefone, mas é um pouco desagradável. Já li em alguns lugares que a troca do microfone resolveu esse problema, mas eu prefiro moderar o tom de voz por enquanto.

Qualidades:

1) Estética. Capricharam muito no formato e nos materiais do E50. Ele é todo feito de metal com a lateral em um plástico de boa qualidade. As teclas são de plástico duro acompanhando o efeito metálico do resto do aparelho. O único lugar que podiam ter melhorado era na tecla de ligar/desligar que é feita de uma borracha que deve ir ficando marcada com o tempo.

2) O aparelho é ótimo para ficar na mão. Eu não sei o que ele tem, mas é interessante a sensação de ficar com o celular na mão. Eu li esse comentário antes de comprar o aparelho e achei que fosse exagero do sujeito que o escreveu. Depois que comprei o aparelho e fiquei usando durante esses dias, lembrei do que aquele sujeito havia escrito e tive que concordar com ele. É ótimo ficar com ele na mão. Agora, não me pergunte o porquê.

3) O melhor viva-voz que eu já usei. Ao contrário do problema do microfone que eu mencionei antes, o viva-voz desse telefone é o que melhor funcionou comigo. Eu costumo deixar o aparelho no painel do carro em viva-voz quando estou sem os fones de ouvido. Quando fazia isso com o E61, quase nunca a pessoa me escutava. Com o E50 todas as vezes me ouviram muito bem e eu também.

4) Câmera. Fiquei muito tempo usando o 7610, que tem uma câmera razoável, e me acostumei ao fato do celular poder tirar umas fotos em casos de emergência. Com o E61 eu precisei esquecer que existe câmera em celular e, em algumas ocasiões, ela me fez falta. A câmera do E50 é um pouco melhor do que a do 7610 (1.3MPixels) e, em condições de boa iluminação, tira fotos com pouquíssima granulação.

Sem o modo noturno (Não é meu carro, infelizmente)

Com o modo noturno ativado

Com boa iluminação as fotos saem bem nítidas

5) Dimensões do E50: Ele tem quase as mesmas dimensões de um 2610 e é bem mais fácil de carregar do que um E70 ou mesmo o E61.

Fora isso, ele é um celular S60 3rd Edition como qualquer outro.

Tem slot para microSD e suporta cartões de até 2GB. Um outro aspecto interessante é que ele vem sem nenhum cartão microSD na caixa. Por um lado é bom, já que não gastam dinheiro (nem te cobram por isso) com um chip de pouca capacidade que você vai substituir logo que comprar o celular. Por outro lado, algumas coisas que você poderia colocar no cartão, acabam ficando na memória do telefone porque você precisa começar a usar o celular mesmo sem microSD.

Além disso, demora para ligar como qualquer outro celular Symbian. Eu fiz um videozinho para ilustrar essa demora. Note que ele leva 35 segundos até que você possa começar a usá-lo.

Para ilustrar essa postagem, fiz um álbum de fotos do E50 no flickr do NokiaBR.
http://www.flickr.com/gp/7213373@N02/624Pf9

Arranhões nunca mais


Estou mais uma vez seguindo a dica do Airton, um leitor assíduo e grande colaborador desse blog, que sugeriu que eu escrevesse um pouco sobre o Invisible Shield.

Sabe aquelas películas de plástico que vêm coladas na tela do celular para protegê-la? Isso mesmo, aquelas que ficam cheias de bolhas, dificultam a leitura da tela e ainda tem gente que as mantém no lugar até ficar podre, só para mostrar que o celular é novo (novo há um tempão).

Pois é, eu detesto aquilo. A primeira coisa que eu faço é tirar aquela coisa da tela do celular. (Exceto o do E61, que era espetacular! Quase um Invisible Shield).

Por causa desse preconceito, não levei muito a sério quando o Airton me fez a sugestão, já que a primeira coisa que eu vi quando abri o site foi um iPhone com um plástico daqueles na tela (e dobrado na ponta, para o meu horror!)

Depois daquela visão, tomei coragem, li com calma o site e reparei que o negócio era sério mesmo. O plástico que eles inventaram é completamente transparente e ultra resistente a riscos. Na verdade o plástico foi desenvolvido para revestir as hélices dos helicópteros da Força Aérea Norte-Americana e depois foi apresentado ao mercado.

Para se ter uma idéia do negócio da ZAGG (A empresa que fabrica o Invisible Shield), eles têm uma linha de produtos que não só protegem as telas dos aparelhos, como também o corpo todo desses brinquedinhos caros.

A lista de modelos de Invisible Shields tem mais de 1.000 itens que protegem desde um relógio até um N95. As películas tem garantia de vida contra arranhões, rasgos, furos etc.

Procurei no youtube um vídeo que mostrasse o invisible shield num Nokia, mas, infelizmente, só encontrei vídeos de iPods e iPhones. Se alguém encontrar algum vídeo mostrando a película num Nokia, me avise que eu troco na hora esse vídeo aí embaixo.

Nokia E51 Confirmado!

Estou desde ontem para postar essa novidade, mas o excesso de trabalho adiou a novidade para hoje!

A família de celulares empresariais acaba de ganhar um novo membro, o E51.
A Nokia anunciou oficialmente nesta terça-feira que vai lançar no último trimestre deste ano o aparelho que vem para substituir o E50, como modelo de entrada da linha “E”.

As novidades mais legais são:

  • câmera de 2MP,
  • WLAN,
  • 130MB de memória interna,
  • Quadriband com 3G (GSM 850/900/1800/1900, WCDMA 850/2100)
  • Conector Mini USB

Veja no site da Nokia (em Inglês) todas as especificações do aparelho e uma demonstração.