Quem tem ou já teve levante a mão! (Parte III)

Lançado em 2003, o Nokia 1100 é um celular que quase todo mundo já teve. Uso a palavra “mundo” no sentido estrito mesmo.

A Nokia vendeu mais de 200.000.000 (duzentos milhões) de unidades do 1100 em todo o mundo. Para se ter uma idéia do tamanho desse número, isso é equivalente a pegar um Nokia 1100 e dar para cada habitante do Brasil, desde o recém nascido até o mais idoso, do Oiapoque ao Chuí, e ainda assim sobraria o suficiente para dar um Nokia 1100 para cada habitante do Paraguai e do Uruguai.

Está certo que ele era o aparelho mais barato do mercado, mas nem por isso era ruim.

Os diferenciais desse celular eram a sua lanterninha de LED e o jogo da serpente (Snake), que deixava as pessoas entretidas nas filas de banco e nos ônibus. Ah, sim, sua bateria de 850mAh deixava você esquecer que tinha carregador em casa. Eu ficava facilmente uma semana sem carregar o celular e a bateria aguentava firme. Fora isso, ele era quase indestrutível, perfeito para pessoas como eu, com mãos de ogro e que derrubam qualquer coisa.

301020091045

Ainda tenho um aqui na gaveta, como recordação dos bons tempos em que o celular era só um telefone e tinha de bônus uma lanterna e um joguinho bacana.

Um detalhe, o aparelho que está embaixo, o E63, também tem uma lanterninha! Isso é muito bom! Deveriam colocar essa função em todos os celulares que têm flash de LED.

Quem tem ou já teve, levante a mão!

14 comentários em “Quem tem ou já teve levante a mão! (Parte III)”