Nokia lança dois novos Windows Phone e um Tablet

A Microsoft, ou ainda por enquanto Nokia, lançou hoje 2 novos celulares Windows Phone: o Lumia 1520 e Lumia 1320 e um tablet Lumia 2520.

Os novos celulares tem enormes telas de 6″ e o Tablet tem uma tela tamanho iPad 10″. Além disso a Nokia anunciou um fundo de US$ 5 milhões para desenvolvimento de novos aplicativos além do lançamento imediato de coisas que faltavam para o Windows Phone como o Instagram.

O 1320 terá uma tela de 720p e câmera de 5MP, o 1520 terá uma tela de 1080p e câmera de 20MP.

Abaixo fotos dos brinquedos

Lumia 2520 (Especificações)

 

700-nokia_lumia_2520_hero

 

 

Lumia 1520 (Especificações)

 

700-nokia_lumia_1520_cover-3

 

 

Lumia 1320 (Especificações)

 

700-nokia_lumia_1320_group

Easy Taxi lança versão para Windows Phone

Easy Taxi lança a primeira versão do app para Windows Phone

Parceria com Microsoft e Nokia permitirá que usuários façam download do aplicativo no Windows Phone

São Paulo, 17 de setembro de 2013 – A Easy Taxi, um dos maiores aplicativos de serviço mobile da história, que permite que o usuário consiga seu táxi remotamente em até 10 minutos, anuncia parceria com a Microsoft e a Nokia e libera ao mercado a primeira versão do app para o sistema operacional Windows Phone. Com isso, todos os smartphones com Windows Phone 7.8 e 8 são compatíveis para o download gratuito da Easy Taxi. A Easy Taxi é o primeiro aplicativo brasileiro do segmento a disponibilizar a versão para Windows Phone.

“A plataforma Windows Phone está ganhando cada vez mais market share. Todos os dias recebemos e-mails solicitando a versão da Easy Taxi para Windows Phone. Por isso, nos unimos as duas gigantes da tecnologia  (Microsoft e Nokia) para atender aos anseios de nossos passageiros e, mais uma vez, sair na frente do mercado”, afirma Tallis Gomes, CEO da Easy Taxi.

“O Windows Phone encanta o consumidor com sua interface dinâmica e fluída, ao reduzir a distância entre o usuário e o que há de mais importante para ele. Tarefas comuns e informações relevantes ficam à distância de um toque. A app da Easy Taxi para Windows Phone segue este princípio ao ajudar as pessoas a chegar em seu destino de forma fácil, ágil e segura”, comenta Richard Chaves, responsável pelo Grupo de Desenvolvimento de Negócios e Inovação da Microsoft Brasil.

“É muito importante para a Nokia parcerias como a da Easy Taxi para oferecer aplicativos de qualidade aos usuários da linha Nokia Lumia. Acreditamos que o app fará bastante sucesso e contribuirá para o crescimento do ecossistema”, ressalta Vanessa Calil, diretora de Ecossistemas da Nokia.

Lançada em abril de 2012, a Easy Taxi atua hoje em 22 cidades brasileiras (Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Niterói, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, Santos, São Luís, São Paulo e Teresina)  e 16 internacionais (Bogotá/Colômbia, Cali/Colômbia, Lahore/Paquistão, Lima/Peru, Santiago/Chile, Medellín/Colômbia, Queretáro/México, Caracas/Venezuela, Cidade do México/México, Buenos Aires/Argentina, Rosário/Argentina, Seul/Coréia do Sul, Sejong/Coréia do Sul, Yeosu/Coréia do Sul, Lagos/Nigéria, Kuala Lumpur/Malásia, Nanchong/China, Cairo/Egito, Acra/Gana, Manila/Filipinas, Bangkok/Tailândia, Montevideo/Urugaui). São cerca de 60 mil taxistas cadastrados e 1,5 milhão de usuários.

No modelo de negócio da Easy Taxi, não há cobrança de mensalidade para o taxista, apenas o custo de R$ 2,00 por corrida concluída.

Easy Taxi Windows Phone

Comento: É bom ver apps surgindo para o Windows Phone, o Easy Taxi não é nem de longe o melhor app de taxi, mas é um começo.

Google bloqueia o App do YouTube do Windows Phone

Imaginem se a Microsoft impedisse que os computadores com Windows rodassem Chrome, ou impedisse que se entrasse na página do Google. O Google ia fazer um escarcéu, chorar nos tribunais americanos como eles fizeram recentemente quando foram trollados pela Oracle.

Bem, o Google mostrou ontem que não é o herói da história e usando do seu poder, e temos dado poder demais ao Google, arrancou a permissão do aplicativo YouTube do Windows Phone. Aplicativo este que havia sido negociado entre as partes (Microsoft e Google).

A Microsoft reagiu vigorosamente através de um post do chefe do departamento jurídico e se pintou para a guerra.

Por estas e outras eu tenho usado o Bing ultimamente.

The limits of Google openness.

Posted by David Howard
Corporate Vice President & Deputy General Counsel, Litigation & Antitrust, Microsoft

You may be wondering what happened to the YouTube app for Windows Phone. Last May, after we launched a much improved app on our platform, Google objected on a number of grounds. We took our app down and agreed to work with Google to solve their issues. This week, after we addressed each of Google’s points, we re-launched the app, only to have Google technically block it.

We know that this has been frustrating, to say the least, for our customers. We have always had one goal: to provide our users a YouTube experience on Windows Phone that’s on par with the YouTube experience available to Android and iPhone users. Google’s objections to our app are not only inconsistent with Google’s own commitment of openness, but also involve requirements for a Windows Phone app that it doesn’t impose on its own platform or Apple’s (both of which use Google as the default search engine, of course).

When we first built a YouTube app for Windows Phone, we did so with the understanding that Google claimed to  grow its business based on open access to its platforms and content, a point it  reiteratedlast year. As antitrust enforcers have launched investigations against Google – some of which are still ongoing – the company has reiterated its commitment to openness and its ability to stick to its openness commitments voluntarily.

With this backdrop, we temporarily took down our full-featured app when Google objected to it last May, and have worked hard to accommodate Google’s requests. We enabled Google’s advertisements, disabled video downloads and eliminated the ability for users to view reserved videos. We did this all at no cost to Google, which one would think would want a YouTube app on Windows Phone that would only serve to bring Google new users and additional revenue.

There was one sticking point in the collaboration. Google asked us to transition our app to a new coding language – HTML5. This was an odd request since neither YouTube’s iPhone app nor its Android app are built on HTML5. Nevertheless, we dedicated significant engineering resources to examine the possibility. At the end of the day, experts from both companies recognized that building a YouTube app based on HTML5 would be technically difficult and time consuming, which is why we assume YouTube has not yet made the conversion for its iPhone and Android apps.

For this reason, we made a decision this week to publish our non-HTML5 app while committing to work with Google long-term on an app based on HTML5. We believe this approach delivers our customers a short term experience on par with the other platforms while putting us in the same position as Android and iOS in enabling an eventual transition to new technology. Google, however, has decided to block our mutual customers from accessing our new app.

It seems to us that Google’s reasons for blocking our app are manufactured so that we can’t give our users the same experience Android and iPhone users are getting. The roadblocks Google has set up are impossible to overcome, and they know it.

Google claims that one problem with our new app is that it doesn’t always serve ads based on conditions imposed by content creators. Our app serves Google’s advertisements using all the metadata available to us. We’ve asked Google to provide whatever information iPhone and Android get so that we can mirror the way ads are served on these platforms more precisely. So far at least, Google has refused to give this information to us. We are quite confident that we can solve this issue if Google cooperates, but fixing Google’s concern here is entirely within Google’s control. If Google stops blocking our app, we are happy to work with them on this, entirely at Microsoft’s expense.

Google also says that we are not complying with its “terms and conditions.” What Google really means is that our app is not based on HTML5. The problem with this argument, of course, is that Google is not complying with this condition for Android and iPhone. Again, we’re happy to collaborate with Google on an HTML5 app, but we shouldn’t be required to do something that apparently neither iPhone nor Android has successfully figured out how to do.

Google raises concerns about our branding too. The funny thing about this point is that we’ve been using the same branding continuously since 2010 for an inferior YouTube app. Now that we have an app that gives users a fuller YouTube experience, Google objects to the branding (even though we’ve taken additional steps to clarify that we are the author of the app). Go figure.

Finally, Google cites a degraded experience. Since 2010, Google permitted a Windows Phone app that was far below the iPhone and Android app experiences. Reviews of our new app are unanimous that the experience is much improved, and we’re committed to making adjustments to improve it further. If Google were truly concerned about a degraded experience, it would allow our users access to the new YouTube app they love.

We think it’s clear that Google just doesn’t want Windows Phone users to have the same experience as Android and Apple users, and that their objections are nothing other than excuses. Nonetheless, we are committed to giving our users the experience they deserve, and are happy to work with Google to solve any legitimate concerns they may have. In the meantime, we once again request that Google stop blocking our YouTube app.

google-is-evil-300x270-1314103412

Começam a surgir apps interessantes para Windows Phone: Kekanto

Recebi este release do pessoal da Kekanto e acho que vale a pena dar a conhecer o aplicativo deles.

Apenas dois meses após lançar uma versão para usuários da plataforma Windows Phone, o Kekanto alcança o posto de destaque dentro do Marketplace, a loja de aplicativos da Microsoft. As avaliações positivas dos donos de Windows Phone e a performance desta primeira versão do aplicativo colaboraram para alcançar essa posição. Além disso, o Kekanto entrou para uma lista de recomendados no Marketplace pela equipe da Nokia para proprietários de telefones Lumia 900, 800 e 710.

Fundado em 2010 por estudantes da Universidade de São Paulo (USP), o Kekanto se propõe a ser um guia colaborativo em que as avaliações, fotos e informações relevantes sobre restaurantes, baladas, profissionais liberais, bares, hotéis e demais estabelecimentos são fornecidas por pessoas comuns dispostas a ajudar outras que fazem buscas por determinados serviços e produtos.

Com ele, pode-se saber quais estabelecimentos estão ao redor do usuário e também procurar detalhes específicos como, por exemplo, se há serviço de valet no lugar, se o atendimento é de excelência e se os preços do local compensam pela experiência. Tudo isso com uma tecnologia desenvolvida por talentos 100% nacionais. E com a colaboração dos usuários forma-se um grande boca a boca virtual.

No Kekanto é possível compartilhar opiniões sobre lugares no Brasil, Argentina, Chile, México, Uruguai, Paraguai e Portugal. No Marketplace pode-se baixar o aplicativo de forma gratuita. Mais informações em http://br.kekanto.com

Confira detalhes sobre o aplicativo Kekanto no site oficial da Loja de Aplicativos Windows Phonehttp://www.windowsphone.com/pt-br/store/app/kekanto/69750f24-a7a2-4edf-b8ba-d51393d8285c

Legal ver que há coisas surgindo fora do Android.

Nokia lança o Lumia 820 e 920 com Windows Phone 8

Está acabando agora o evento da Nokia em que foram lançados os dois primeiros aparelhos dela com o Windows Phone 8.

Pelo que foi falado até agora as principais novidades são: Nokia Maps já pre-carregado para navegação offline, carregamento sem fio (é, você não leu errado), camera PureView, Nokia Indoor Location além de todas as funcionalidades do Windows 8.

O evento ainda está ocorrendo. Mais coisa pode vir por aí. Há expectativa de um tablet…

Foto do Telegraph (UK)
Foto do Telegraph (UK)

Nokia pode se juntar a RIM

Nokia pode se juntar a RIM no grupo de empresas agonizantes.

O grupo das empresas agonizantes tem mais um membro: Nokia. É uma pena, mas é a lei do mercado, quem não se moderniza morre.

Com 10000 demissões estes dias, assitindo impotente os concorrentes crescerem e sem a mesma capacidade de inovação de antigamente a Nokia viu suas ações despencarem nesta semana quando a Microsoft anunciou que não ia comprar a fabricante Finlandesa. Em 3 meses as ações perderam mais de 50% de seu valor.

Apesar dos louváveis esforços de Stephen Elop, seus antecessores fizeram lambança demais e o barco vai afundando.

No entanto Tio Bill pode estar jogando a corda de salvação nesta segunda-feira quando provavelmente a Microsoft irá lançar um tablet com Windows 8, que provavelmente será fabricado pela Nokia.

Aguarde as cenas do próximo capítulo.

Ahhhh ia esquecendo: e a RIM? Esta morreu e ainda não contaram para eles.

Nokia e Microsoft partiram para a guerra

Veja os 3 vídeos abaixo. Dois deles batem nos Androids e um deles no iPhone. Eles são da campanha: www.smartphonebetatest.com

Enquanto o pessoal da maçã está levando numa boa a piada, nas rodas de discussão do robozinho verde o tempo ficou quente. Não acredito, ao contrário do Mobile Analyst que o Android seja um sistema tão tosco assim, eu acho que eles tem problemas, mas tem um mercado gigante; no entanto a guerra é boa para o consumidor.

Image from http://www.pocketgpsworld.com

Nokia Lumia 710 – Primeiras impressões

Desde que comprei meu iPhone 4 em novembro de 2010, não compro um telefone novo, e não iria comprar um, ainda mais da Nokia, não fosse pelo desenvolvimento de aplicativos. Estou muito satisfeito com o iPhone 4.

Explico o porquê da escolha. Estamos portando alguns aplicativos do iOS para Windows Phone 7.5 e, por esse motivo, comprei um Nokia Lumia 710, o telefone entry-level da Nokia com Windows Phone 7.5. O famoso pé-de-boi.

A compra do telefone na loja online da Nokia foi perfeita. Comprei na quinta-feira e recebi no sábado. Parece que a troca do Submarino pelo Ricardo Eletro foi acertada (já vai tarde Submarino). Não sei se outras pessoas tiveram algum problema, mas eu nunca recebi um produto comprado pela Internet tão rápido como esse Lumia 710. Honra seja feita.

À primeira vista, o aparelho me pareceu bastante frágil, talvez pela tampa plástica barulhenta e pelo aparelho ser todo de plástico; talvez pelo fato de usar diariamente um aparelho de alumínio e vidro Gorilla (o iPhone 4). O fato é que o Lumia 710 me pareceu muito frágil. Em todo caso, estou usando bastante o bicho desde sábado e até agora ainda não aconteceu nenhum sinistro com ele. Vamos ver se é só impressão. Em comparação com o N9 (irmão quase gêmeo do Lumia 800), o acabamento do Lumia 710 é bem mais fraco. O N9 é o aparelho mais lindo e bem acabado que já vi até hoje. Pena que rode MeeGo. Talvez o João Bernardo possa fazer um review do celular dele um dia desses… 😉

Mas voltemos ao Lumia 710. Na caixa, vem um fone de ouvido que ainda não abri, um carregador de parede, que ainda não abri, um generoso cabo USB-micro USB que tenho usado para carregar o celular, uma bateria BP-3L, um pequeno manual de acesso rápido e o Lumia 710. Ao contrário do que disseram no release da Nokia outro dia, o meu Lumia 710 não foi fabricado no Brasil. Na caixa vem um “Made in Korea”, o que me surpreendeu. Esperava um “Fabricado no Brasil”, mas tudo bem.

Ele usa o mesmo micro SIM que o iPhone usa, mas só descobri isso depois de comprar o SIM card pré pago da TIM, achando que ele usava SIM card normal. Resultado, tive que cortar o chip. Se você não comprar na operadora, tome o cuidado de arrumar um cortador de chip ou uma tesoura bem afiada com um molde em papel. Parece que isso está virando um padrão. O Lumia 800 também usa micro SIM e o N9 também.

Não vou falar aqui do Sistema Windows Phone 7.5 por enquanto, até porque o Mark fez um post só sobre isso há algum tempo atrás e ficou muito bom. Talvez eu faça um post sobre o WP7.5 em breve, talvez. O que digo é que até agora estou gostando muito do sistema. Ao contrário dos Androids que usei e não me acostumei, esse sistema tem me agradado muito.

Esse post é só para dar as primeiras impressões de um aparelho que estou usando há pouco tempo. Acho que essa combinação Nokia + Microsoft pode trazer enormes benefícios tanto para a Microsoft quanto para a Nokia. Uma aumenta consideravelmente o mercado do seu sistema operacional. A outra ressurge de um nebuloso passado recente formado por pesadelos tais como N97, N900, N8 e outros Meecos. 😉

Deixo abaixo umas fotos do celular. Daqui a alguns dias faço um resumo geral do aparelho + sistema.

Na caixa cabiam duas caixas do aparelho.

Gostei do cliente de e-mails. Faz thread de mensagens e é leve.

Nokia Lumia chega ao Brasil na quinta-feira 22/03

São Paulo, 20 de março – Lançado com sucesso em vários países, os novos smartphones Nokia Lumia 800 e Nokia Lumia 710 chegam para surpreender os consumidores brasileiros. Para a chegada dos aparelhos, que possuem sistema operacional Windows Phone 7.5, a Nokia fará uma grande ação de marketing e lançamento no País.
“Hoje iniciamos uma nova fase da Nokia no Brasil. Com a chegada dos aparelhos Nokia Lumia, oferecemos ao consumidor uma alternativa única, que une a inovação e a facilidade de uso do Windows Phone com a reconhecida reputação da Nokia em criar os melhores aparelhos do mercado”, diz Almir Luiz Narcizo, presidente da Nokia. “A nova estratégia da empresa, anunciada há mais de um ano, se materializa no mercado brasileiro.”
“O lançamento de hoje é um marco histórico para a Microsoft no Brasil. A parceria com um dos maiores fabricantes do mundo, que possui excelência em engenharia, design, inovação e principalmente uma capacidade excepcional de encantar os consumidores, mostra o nosso compromisso com o mercado brasileiro. Juntos estamos trazendo uma experiência inovadora em smartphones”, destaca Michel Levy, presidente da Microsoft Brasil.
Nova experiência
O sistema operacional Windows Phone oferece uma experiência completamente diferente do que existe hoje no mercado. A interface Metro é um grande diferencial que simplifica e facilita o uso da tecnologia, de uma maneira agradável, dinâmica e divertida. Um dos destaques desta nova interface é o conceito de “tiles”, que são blocos dinâmicos que trazem atualizações e notificações de forma instantânea na tela inicial. Basta o usuário entrar com seus dados do Windows Live, Facebook, Twitter, e-mails e demais contas para que tudo seja sincronizado e guardado em um único lugar. A integração permite que seja possível interagir em redes sociais, enviar SMS, ligar ou falar por chat sem a necessidade de usar um aplicativo para cada função. É possível se atualizar automaticamente sobre notícias, previsão do tempo ou cotações de ações a partir da tela inicial, sem a necessidade de se ativar um aplicativo específico.
A plataforma da Microsoft também traz marcas consagradas na indústria para o universo móvel. Isso inclui o XBOX Live, espaço de jogos sincronizado com o console de videogame; o Microsoft Office, que traz os famosos aplicativos de produtividade, como o Microsoft Word e o Microsoft Outlook, e o navegador Internet Explorer 9. Para quem deseja ainda mais aplicativos e jogos, o Marketplace oferece mais de 65 mil itens para download.
 
Nokia Dirigir
Exclusivas para aparelhos Nokia com Windows Phone, as premiadas soluções de mapas estão inclusas nos lançamentos Lumia 710 e 800. O Nokia Dirigir oferece navegação GPS assistida por voz gratuita ponto a ponto.  Os mapas do Brasil e do mundo podem ser baixados gratuitamente por uma conexão Wi-Fi.
Outra oferta para usuários Nokia é o Nokia Collection, uma coleção de aplicativos exclusivos para Windows Phone. Um deles é o Nokia Mapas que possui monumentos em 3D, pontos de interesse, visualização por satélite etc.
Aparelhos
O Nokia Lumia 800 e o Nokia Lumia 710 possuem um processador de 1.4 GHz e conectividade de dados por meio de Wi-fi, 3G (HSPA), além de design e cores diferenciadas. Abaixo, mais detalhes sobre os dois lançamentos:
Nokia Lumia 800
Moldado em uma única peça de policarbonato, vidro curvo e tela de 3,7” AMOLED ClearBlack, o Nokia Lumia 800 foi bastante aclamado por seu design moderno e elegante. O aparelho chega ao Brasil nas cores preta, azul e rosa.
O smartphone possui câmera de 8 megapixels, lente Carl Zeiss, ferramentas de configuração como ISO, modo de foco, efeitos, flash LED duplo, entre outros recursos. O produto ainda grava e reproduz vídeos em alta resolução.
Para armazenar as fotos e outros arquivos, inclusive os produzidos no Microsoft Office que já vem instalado no aparelho, além da memória interna de 16 GB existe a opção de 25 GB gratuitos no SkyDrive, sistema de armazenamento na nuvem da Microsoft, disponíveis para todos os aparelhos com Windows Phone.
 
Nokia Lumia 710
Com produção local, na fábrica da Nokia em Manaus, o Nokia Lumia 710 está disponível em diversas combinações de cores, entre elas, preta, branca, azul, rosa e amarela – as variadas combinações estarão disponíveis dependendo do canal de vendas. O Lumia 710 possui tela de 3,7” TFT ClearBlack, câmera de 5 megapixels, com flash LED e memória interna de 8 GB.
Os Nokia Lumia estarão disponíveis a partir de quinta-feira em praticamente toda a rede de distribuição da marca, desde as lojas físicas da Nokia e na loja online (www.lojaonlinenokia.com.br), passando por todas as redes de varejo e operadoras do País.  O Nokia Lumia 800 tem o preço sugerido de R$ 1.699. Já o Nokia Lumia 710 tem o preço sugerido de R$ 999.

Nokia mostra as garras e quer voltar a dominar os Smartphones

Em poucos meses a Nokia já se tornou a maior distribuidora de Windows Phone, que diga-se de passagem é um belo sistema operacional.

Com seu sistema de Mapas a Nokia dá uma importante contribuição ao ecosistema da Microsoft (que salvou a Nokia de afundar) e se coloca numa posição de ser uma das três forças em termos Smartphone (junto com a Apple e o Google).

Hoje a Nokia lançou mais um Windows Phone, desta vez voltado ao público jovem e com uma proposta de custo mais acessível. O Lumia 610 vai manter as regras de hardware da Microsoft, afinal de contas a péssima experiência dos Androids com fragmentação de hardware e software mostrou que não se deve por um sistema moderno num hardware porco. A única concessão que foi feita é a ausência da câmera frontal.

As principais especificações do Lumia 610 são:

  • Internal memory: 8 GB
  • RAM: 256 MB
  • Skydrive storage available
  • Screen size: 3.7” LCD display
  • Resolution: WVGA 800 x 480 pixels
  • HSDPA CAT 7, 7.2 Mbps; HSUPA CAT 6, 5.76 Mbps
  • WLAN IEEE802.11 b/g/n
  • USB 2.0 high-speed through micro USB connector
  • Bluetooth wireless technology 2.1 + EDR
  • Nokia 3.5 mm AHJ connector + Windows Phone controls
  • WCDMA 850/900/1900/2100
  • GSM 850/900/1800/1900
  • Windows Phone 7.5 Mango
  • Nokia Maps (pre-installed)
  • Nokia Drive
  • Office Applications (Excel, Word, Powerpoint, One Note)
  • Internet Explorer 9 with desktop rendering
  • 5 MP camera; Auto Focus,LED flash,VGA@30fps,Dedicated camera key; Auto Focus; Face detection & Red eye reduction; Anti-shake; GeoTagging
  • Modes: Panorama, Scenes, Image effects
  • 28 mm wide angle; Large aperture/low F2.2
  • Video Camera: 720p
  • XBOX Live Hub

Parece que vão indo em bom caminho. Espero que a Nokia volte a ser o que era e não o espectro que vimos não faz muito.

 

Nokia Windows Phone na Home de produtos do site BR da Nokia

Deve estar muito próximo o lançamento do Lumia 710 e Lumia 800 no Brasil.

Como você pode conferir no screenshot abaixo o lançamento ou já foi e não contaram ou será imediatamente depois do carnaval

 

O site da Microsoft Brasil também indica que está iminente o lançamento