Samsung lança o Galaxy S4

Ontem nos comentários do post sobre a morte do Google Reader eu recebi um comentário do meu camarada de longa data Rafael pedindo um post sobre o Samsung Galaxy S4.

Pô, PPJ, nenhum comentário sobre o Galaxy S4?  Desta vez os caras destroçaram a Apple.  Hardware absurdamente superior, mas além disso muitos recursos bacanas de usabilidade. O Zeletron vai publicar algo?

Escrevo um post, mas como já sabem que eu não curto Android (antes que voltem a falar: eu não tenho nada a ver com o Mobile Analyst que obviamente também detesta o Android) não irei comentar, só relatar os fatos.

A quarta edição da série S de aparelhos da Samsung foi lançada ontem com várias novidades:

  • Processador de 8 núcelos (em alguns países será um processador um pouco mais rápido mais de 4 núcleos)
  • 2GB de RAM
  • Câmera de 13MPx
  • Tela 1920×1080 – 5 polegadas
  • Reconhecimento de rolagem pela movimentação dos olhos
  • Jellybean 4.2.2
  • Espessura: 7.9mm
  • Peso: 130g
  • No Brasil será lançado no dia 26 de Abril por R$ 2499,00 (versão com rede 4G)

O TechTudo tem uma boa revisão detalhada do produto.

A revista Fortune tem uma análise bastante crítica do produto e um resumo do que tem sido dito na mídia com reviews positivas e negativas.

screen-shot-2013-03-15-at-8-30-23-am

O que faltou no iPhone 5? Ou então: menos Samsung, menos…

Muita gente tem perguntado: você gostou do iPhone 5? Minha resposta tem sido: mais ou menos. É uma evolução do iPhone 4S, parece bacana em termos de espessura, mas não tem nada de revolucionário. Da Apple sempre esperamos algo revolucionário, mas a verdade é que desde a morte de Steve Jobs é um artigo em falta em Cupertino.

O que poderia ter no iPhone 5 de revolucionário? Não sei. Se soubesse, eu seria Steve Jobs e não sou. Mas para os meros mortais há uma sensação de que é legal mas não é do outro mundo. Quem sabe com o aparelho em mãos eu mude meu conceito.

Mas daí para ler esta pérola de anúncio da Samsung é dose

Acho que perder um bilhão no processo da Apple fez os caras perderem o juízo: como uma empresa pode se gabar de vender seu celular topo de linha com o Android 4.0 quando a versão mais atual do Android, a 4.1 está disponível desde julho?

Um amigo deu a melhor definição que já vi sobre o Galaxy Tab 2 que vem com o Android 3.2: parece que o usuário está brigando com a interface. Concordo com ele.

Windows Phone: o caçador de Androids

Que o Android é ruim de dar dó, isto já falamos aqui. Tanto o desenvolvedor, como o usuário sofrem com a fragmentação e a plataforma de desenvolvimento. Depois tem o problema do suporte. O sujeito compra um Xing-ling por 199 pilas e quer que você diga a ele porque seu app não roda lá.

Então porque alguém compra um Android? Este analista vê duas razões: não gosta do iPhone ou não tem condições financeiras de comprar um iPhone agora.

Mas esta semana, este analista recebeu de seu patrão um Samsung Omnia W com Windows Phone 7.5 e viu que há esperança para quem não quer ou não pode ter um iPhone.

A interface do Windows Phone, como outros já falaram neste blog, usa uma metáfora revolucionária, bastante ágil e bonita. É bem diferente do iOS e ousaria dizer que em vários pontos é superior ao iOS. Além disso, pelo fato de a Microsoft colocar o sarrafo bem alto em termos de requisito de hardware o usuários já sabe o mínimo que pode esperar da plataforma.

Os desenvolvedores que conheço tem elogiado muito o Visual Studio 10 e o 11 que é o atual beta. Para muitos, mesmo o XCode da Apple leva um banho da plataforma Microsoft.

Se você estiver pensando em comprar um celular smartphone por um preço acessível e que seja bom dê uma chance ao Windows Phone! E tem mais, quando a Nokia entrar com o Lumia no Brasil eu prevejo que os Androids sairão “com o rabo entre as pernas”.

Samsung Galaxy 551 – Android 2.2 Review

Num projeto recente que realizamos precisavamos de um Android para testar o sistema que estava sendo produzido, fui buscar algumas opções de Android com preço baixo e deparei-me com o Samsung Galaxy 5 cujo review eu fiz aqui.

Depois de devolver o Galaxy 5 para o cliente que havia contratado o serviço, surgiu outro serviço com Android e adquiri um Samsung Galaxy 551 também por um preço decente e com um sistema mais moderno que o Galaxy 5.

Vamos as especificações:

  • Quadriband GSM / Triband UMTS
  • Android 2.2 – Com funcionalidade de compartilhar a Internet via WiFi. O sistema é bonzinho embora sofra dos problemas que já comentamos aqui.
  • Um pouco gordinho, mas pesa apenas 117g
  • Display: 400×240 TFT 3.2– Aqui o ponto fraco do aparelho, o Android funciona em quase qualquer resolução mas algumas coisas podem ficar meio esquisitas neste aspect ratio.
  • Teclado Virtual QWERTY com tecnologia SWYPE, eu não usei muito, mas a primeira vista não gostei muito deste SWYPE.
  • Teclado físico slider – teclado confortável embora perca feio para os lendários Nokia E71 e E72
  • Câmera, sem flash 3.2MP com Zoom óptico 2x (não achei muito óptico o zoom…)
  • Bluetooth, Wifi 802.11b/g e AGPS, Rádio FM
  • 160MB de memória interna e Slot MicroSD para até 16GB
  • Acesso ao Android Market (Que é uma baderna …)
Custo: R$ 699,00 (desbloqueado)

Se você quer um smartphone barato, prático e com um sistema operacional moderno, o Samsung Galaxy 551 é uma boa pedida, melhor que o Galaxy 5 (full disclosure: a Samsung nunca me deu nada, nem tchau)

 

 

 

Nos EUA, Apple e Motorola encabeçam a lista de satisfação

Uma notícia interessante. Mesmo com todos os problemas apontados de antena, algumas fragilidades no vidro e o display amarelado das primeiras unidades do iPhone 4, a Apple consegue ser a campeã de satisfação entre seus consumidores de smartphones, seguida logo de perto pela, pasmem, Motorola.

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos pela ChangeWave Research, revela que o reinado dos aparelhos Blackberry está chegando ao fim, ou, pelo menos, sofreu várias baixas. De acordo com essa pesquisa, os usuários de smartphones que estão mais satisfeitos têm aparelhos da Apple e da Motorola.

A surpresa nem foi ver a liderança da Apple. Fiquei surpreso com a segunda colocada.

A Motorola, que há um par de anos estava carimbada como “morta”, ressurgiu das cinzas e aparece bem perto da Apple no quesito satisfação dos seus clientes. Outra surpresa foi ver a RIM, a ex-queridinha dos norte-americanos, ficar em último lugar, amargando apenas 44% de satisfação de seus consumidores.

Quem também não está agradando muito aos seus clientes parece ser a Samsung. Vamos ver se agora, com o Galaxy S, essa avaliação melhora.

A HTC não ficou nada mal. Com 63% de aprovação dos seus consumidores, ela vem em terceiro lugar.

A Nokia nem apareceu na pesquisa, talvez pelo fato dela não ter muita penetração no mercado de smartphones nos Estados Unidos.

A pesquisa foi feita nesse mês e levou em consideração 1212 consumidores que compraram smartphones nos últimos seis meses.

Fonte: IntoMobile

Primeiro Symbian^3 pode não ser da Nokia

O diretor executivo da Symbian Foundation, Lee Williams, afirmou numa entrevista nesta semana que um fabricante asiático não vai esperar o início das vendas do N8 para começar a comercializar seu primeiro aparelho baseado no sistema Symbian^3. Se isto for verdade, a Nokia não será a primeira a vender aparelhos com o novo sistema do qual ela mesma abriu o código.

Lee Williams não quis dizer qual fabricante asiático estaria preparando essa rasteira cartada, mas dizer o aparelho seria lançado por uma empresa asiática já reduz a poucas empresas que fazem parte da Symbian Foundation (apesar de que agora qualquer uma poderia usar o sistema). Isso, na minha humilde opinião, reduz o leque de empresas a quatro ou cinco, a saber: Samsung, LG, HTC (?), ZTE e Sharp. Meu faro aponta para a Samsung, mas se o aparelho viesse da LG, seria uma jogada de mestre dela, já que ela ainda engatinha no mercado de Smartphones.

E você? Aposta em qual?