Nokia com Android? Truco!

Desde a primeira vez que ouvi esse boato de que a Nokia iria lançar um aparelho com Android, venho repetindo a mesma coisa: “Duvido”. Não acho impossível, mas duvido.

As explicações para este boato são as mais variadas. “A Nokia está usando o mesmo verde do Android”, “Eles estão usando o X nesta série”, “A informação vem de um blog que não costuma errar”, e por aí vai.

Vou só comentar essas três suposições.

O verde, se não estiver enganado, é o mesmo que a Nokia usa há anos, sei bem que verde é esse por causa da confusão com o NokiaBR. Uma das reclamações deles, na época, era que eu usava o mesmo azul e o mesmo verde que eles usavam.

O X já apareceu em outras séries, vide o X1, X2, X3, X5, X6 e X7. E olha que esses aparelhos nem o mesmo sistema operacional usavam. Os aparelhos listados vão desde S40 a Symbian Belle, passando por alguns S60.

Sobre o blog que não costuma errar, talvez seja a primeira vez que ele erre. Nenhum blog é infalível. 🙂

Posso estar completamente enganado, mas, se a Nokia, que agora é da Microsoft, fizer um celular com Android, talvez a MS não fique muito contente com a coisa.

Se fosse para chutar alguma coisa relacionada com o Android, eu chutaria que este Nokia X é o primeiro aparelho com Windows Phone capaz de rodar aplicativos aplicativos Android. Isso parece que está sendo desenvolvido.

Mas isso tudo não passa de chute meu. Não tenho nenhuma pretensão de acertar e vamos saber segunda-feira, às 4:30 da madrugada aqui no Brasil, o que o Nokia X é na verdade.

Nokia Conversations

Microsoft: Habemus CEO

A Microsoft anunciou hoje seu novo CEO: Satya Nadella. Ele irá substituir Steve Balmer a partir de hoje e Bill Gates deixa de ser o presidente do conselho depois de 33 anos. A boa notícia é que Bill Gates deve voltar a participar do dia a dia da Microsoft como líder de novos produtos. Vale lembrar que o novo CEO era o preferido de Bill Gates.

Satya_Nadella

Segue abaixo o e-mail de Satya Nadella

From: Satya Nadella
To: All Employees
Date: Feb. 4, 2014
Subject: RE: Satya Nadella – Microsoft’s New CEO

Today is a very humbling day for me. It reminds me of my very first day at Microsoft, 22 years ago. Like you, I had a choice about where to come to work. I came here because I believed Microsoft was the best company in the world. I saw then how clearly we empower people to do magical things with our creations and ultimately make the world a better place. I knew there was no better company to join if I wanted to make a difference. This is the very same inspiration that continues to drive me today.

It is an incredible honor for me to lead and serve this great company of ours. Steve and Bill have taken it from an idea to one of the greatest and most universally admired companies in the world. I’ve been fortunate to work closely with both Bill and Steve in my different roles at Microsoft, and as I step in as CEO, I’ve asked Bill to devote additional time to the company, focused on technology and products. I’m also looking forward to working with John Thompson as our new Chairman of the Board.

While we have seen great success, we are hungry to do more. Our industry does not respect tradition — it only respects innovation. This is a critical time for the industry and for Microsoft. Make no mistake, we are headed for greater places — as technology evolves and we evolve with and ahead of it. Our job is to ensure that Microsoft thrives in a mobile and cloud-first world.

As we start a new phase of our journey together, I wanted to share some background on myself and what inspires and motivates me.

Who am I?

I am 46. I’ve been married for 22 years and we have 3 kids. And like anyone else, a lot of what I do and how I think has been shaped by my family and my overall life experiences. Many who know me say I am also defined by my curiosity and thirst for learning. I buy more books than I can finish. I sign up for more online courses than I can complete. I fundamentally believe that if you are not learning new things, you stop doing great and useful things. So family, curiosity and hunger for knowledge all define me.

Why am I here?

I am here for the same reason I think most people join Microsoft — to change the world through technology that empowers people to do amazing things. I know it can sound hyperbolic — and yet it’s true. We have done it, we’re doing it today, and we are the team that will do it again.

I believe over the next decade computing will become even more ubiquitous and intelligence will become ambient. The coevolution of software and new hardware form factors will intermediate and digitize — many of the things we do and experience in business, life and our world. This will be made possible by an ever-growing network of connected devices, incredible computing capacity from the cloud, insights from big data, and intelligence from machine learning.

This is a software-powered world.

It will better connect us to our friends and families and help us see, express, and share our world in ways never before possible. It will enable businesses to engage customers in more meaningful ways.

I am here because we have unparalleled capability to make an impact.

Why are we here?

In our early history, our mission was about the PC on every desk and home, a goal we have mostly achieved in the developed world. Today we’re focused on a broader range of devices. While the deal is not yet complete, we will welcome to our family Nokia devices and services and the new mobile capabilities they bring us.

As we look forward, we must zero in on what Microsoft can uniquely contribute to the world. The opportunity ahead will require us to reimagine a lot of what we have done in the past for a mobile and cloud-first world, and do new things.

We are the only ones who can harness the power of software and deliver it through devices and services that truly empower every individual and every organization. We are the only company with history and continued focus in building platforms and ecosystems that create broad opportunity.

Qi Lu captured it well in a recent meeting when he said that Microsoft uniquely empowers people to “do more.” This doesn’t mean that we need to do more things, but that the work we do empowers the world to do more of what they care about — get stuff done, have fun, communicate and accomplish great things. This is the core of who we are, and driving this core value in all that we do — be it the cloud or device experiences — is why we are here.

What do we do next?

To paraphrase a quote from Oscar Wilde — we need to believe in the impossible and remove the improbable.

This starts with clarity of purpose and sense of mission that will lead us to imagine the impossible and deliver it. We need to prioritize innovation that is centered on our core value of empowering users and organizations to “do more.” We have picked a set of high-value activities as part of our One Microsoft strategy. And with every service and device launch going forward we need to bring more innovation to bear around these scenarios.

Next, every one of us needs to do our best work, lead and help drive cultural change. We sometimes underestimate what we each can do to make things happen and overestimate what others need to do to move us forward. We must change this.

Finally, I truly believe that each of us must find meaning in our work. The best work happens when you know that it’s not just work, but something that will improve other people’s lives. This is the opportunity that drives each of us at this company.

Many companies aspire to change the world. But very few have all the elements required: talent, resources, and perseverance. Microsoft has proven that it has all three in abundance. And as the new CEO, I can’t ask for a better foundation.

Let’s build on this foundation together.

Satya

Novo Aplicativo para ajudar pessoas com deficiência visual

Além da cegueira total há doenças que impedem as pessoas de distinguir cores. Para os que nasceram cegos nem mesmo o conceito de cor se possui.

A Netfilter lançou hoje MAIS um app para Windows Phone que tira vantagem das câmeras de ótima qualidade da série Lumia e do processamento de imagens em tempo real para fazer um detector de cores com classificação por nome.

O aplicativo usa um conjunto de mais de mil cores no espaço CIELAB e um classificador k-NN.

Você pode conferir o App aqui: http://bit.ly/talkcolor



Aproveito a oportunidade para parabenizar a Nokia pelo concurso Do Good que nos motivou a fazer estas duas apps.

Nokia lança dois novos Windows Phone e um Tablet

A Microsoft, ou ainda por enquanto Nokia, lançou hoje 2 novos celulares Windows Phone: o Lumia 1520 e Lumia 1320 e um tablet Lumia 2520.

Os novos celulares tem enormes telas de 6″ e o Tablet tem uma tela tamanho iPad 10″. Além disso a Nokia anunciou um fundo de US$ 5 milhões para desenvolvimento de novos aplicativos além do lançamento imediato de coisas que faltavam para o Windows Phone como o Instagram.

O 1320 terá uma tela de 720p e câmera de 5MP, o 1520 terá uma tela de 1080p e câmera de 20MP.

Abaixo fotos dos brinquedos

Lumia 2520 (Especificações)

 

700-nokia_lumia_2520_hero

 

 

Lumia 1520 (Especificações)

 

700-nokia_lumia_1520_cover-3

 

 

Lumia 1320 (Especificações)

 

700-nokia_lumia_1320_group

O fim de uma era na Microsoft – O adeus de Steve Ballmer

ballmer
As empresas tem rituais de passagem, para a Apple a morte de Steve Jobs foi um ponto de inflexão e de dúvidas, para a Microsoft a saída de Bill Gates foi gradual, lenta e ainda reversível.

Sexta-feira, Steve Ballmer fez seu último discurso como CEO da empresa para a qual trabalhou nos últimos 33 anos. Contratado em 1980, por Bill Gates, o funcionário de número 30 da companhia se tornou uma lenda entre funcionários e colaboradores da empresa.

Tratado por muitos como um cara bronco, Steve Ballmer não tem nada disso. Graduado em Harvard, casado desde 1990 com Connie Snyder, pai de três filhos, 18 bilhões de dólares na conta, Ballmer pode não ter sido melhor CEO que Bill Gates mas sem dúvida foi alguém que conseguiu levar adiante uma das maiores companhias do mundo em tempos de árdua competição tecnológica.

Assista abaixo a um trecho do evento:

[Breaking News] – Microsoft anuncia a aposentadoria de Steve Ballmer

A Microsoft acaba de anunciar que Steven Anthony Ballmer deixará o cargo de CEO da Microsoft para se aposentar em 12 meses.

Um dos 20 homens mais ricos do mundo, com mais de 12 bilhões de dólares no cofre, Ballmer terá 58 anos ao se aposentar e passar o comando da empresa.

Eu conheci Ballmer pessoalmente em 2000, quando eu trabalhava no InCor e fizemos um projeto case para a Microsoft e posso dizer que tem uma personalidade muito interessante.

ballmer

Seu Windows 7 não liga? Leia isto antes de sair formatando.

Se você instalou a atualização KB2823324 e seu Windows 7 é em português do Brasil e 32-bit provavelmente ele não estará ligando. Concordo que a lambança foi grande e vai rodar muita gente na Microsoft (será que o erro foi no Brasil?) pelo erro.

Mas tem conserto, tanto que eles colocaram na home da Microsoft Brasil este aviso.

Em 10 de abril de 2013 tomamos conhecimento que alguns usuários enfrentaram dificuldades após aplicarem o update de segurança Windows 7 KB2823324.

Observação 1: Não formate o seu computador para não perder os dados. Os passos abaixo fazem a restauração do sistema.
Observação 2: Essa página será atualizada sempre que surgirem novas alternativas para solução deste problema.

Essa comunicação tem como objetivo corrigir a falha de inicialização que possa ser causada após a instalação da atualização de segurança KB2823324.

Durante o processo de inicialização da máquina, uma das seguintes mensagens de erro pode aparecer:

Mensagem de Erro 1

STOP: c000021a {Fatal System Error}
The Session Manager Initialization system process terminated unexpectedly with a status of 0xC000003a (0x00000000 0x00000000).
The system has shutdown.

Mensagem de Erro 2

O Windows não foi iniciado com êxito. Uma alteração recente de hardware ou software pode ter causado o problema. Para corrigir o problema:

  1. Insira o disco de instalação do Windows e reinicie o computador.
  2. Escolha as configurações do seu idioma e clique em “Avançar”.
  3. Clique em “Reparar o seu computador”.

Se você não tiver o disco, entre em contato com o administrador do sistema ou fabricante do computador para obter assistência, ou entre em contato com a Microsoft.
Status: 0xc000000e
Informações: A seleção da inicialização falhou porque um dispositivo necessário está inacessível.

SOLUÇÃO

Basicamente é bootar em modo de segurança com prompt de comando e entrar o comando:
dism /image:C:\ /cleanup-image /revertpendingactions

Onde C: é o seu HD do Windows.

Se precisar de mais detalhes siga o guia da Microsoft: http://www.microsoft.com/brasil/resolucao/

KB2823324 epic fail

Balanço de 2012 do ponto de vista da Cinelândia

Vai chegando o fim do ano e é o momento que meus fregueses pedem previsões, este analista, famoso pelas suas previsões diz que ainda não é a hora para isto. Previsões acontecerão por volta do dia 31.

No entanto, para não deixar você com síndrome de abstinência deste escriba, faço um balanço de tecnologia de 2012 separado por empresas.

Apple – A maior empresa de Tecnologia do mundo de acordo com o valor de mercado vai bem. Não se pode negar, porém que algo não foi tão bem este ano, o primeiro depois da morte de Steve Jobs e acendeu uma luz vermelha entre nós que temos o dom da vidência tecnológica. A Apple mandou embora dois de seus VP, vocês podem dizer que eles saíram em busca de novos desafios, mas isto é um eufemismo para o velho e bom pé no local onde as costas perdem seu digno nome. Depois o iPhone 5, que realmente não empolgou; o garçom do bar onde comemos nosso ovo cozido na Cinelândia dizia que ia comprar um Galaxy porque o iPhone está muito caro e “não é mais estas coisas”. Em outros países o iPhone 5 foi bem vendido mas muita gente não viu ele como algo que fizesse querer trocar do 4S. Alguns desenvolvedores não estão muito felizes com a Apple, parece que a loja nova de Apps não agradou e tem gente perdendo dinheiro ao desenvolver para o iOS.

Resumo da ópera: a Apple tem muita gordura para queimar, mas queimou um pouco este ano, outro ano assim e vai ter gente falando que a mágica acabou. Inovação, cuidar com carinho dos desenvolvedores e melhorar estes preços no Brasil: são boas metas para 2013.

Microsoft – O Windows 8 é realmente fantástico. Acho que desde 1995 a Microsoft não revolucionava tanto. Outro dia entre um ovo cozido e outro um companheiro dizia que a Microsoft está se tornando a nova Apple; acho exagero, mas foi um ano bom. O Windows Phone 8 também me impressionou muito bem e a parceria com a Nokia pode dar bons frutos. Não é verdade que eu veja um mar azul diante da Microsoft, mas parece que se não fizerem bobagem tem boas oportunidades de voltar a ser a número 1 em tecnologia.

Google – O Google para mim é um mistério. Vai bem, tem o buscador, o e-mail e os mapas que todo mundo usa, mas parou de inovar. Todo ano o Google lança uma penca de produtos que ele vai enterrar no ano seguinte. Não é que os resultados estejam ruins, não estão, mas precisava alguém para por ordem na casa. A loja do Android: Google Play deu uma boa melhorada este ano, mas está longe de empolgar: a pirataria come solta, se bobear tem malware sendo até vendido lá e aquela API em Java é o desespero de muito desenvolvedor.

Outros: Blackberry, preparou o terreno para o BB10, se não der certo o prego será batido no caixão. O sistema parece interessante, precisamos ver na prática.

Nokia lançou belos aparelhos com o Windows 8 e vem aos poucos reconquistando confiança dos desenvolvedores. Fez certo este ano ao lançar seu sistema de mapas para iOS e Android.

A Intel, depois de praticamente fazer picadinho da AMD agora no fim do ano começa a se preocupar com a ARM aparecendo no retrovisor. A batalha de Ghz de transformou numa batalha de mW este ano.

Produto do Ano na modesta mas infalível opinião deste analista é o que vai abaixo, mostrado na série NCIS desta semana:

Windows 8 NCIS S10

Espero que você tenha um feliz Natal e aguarde em breve as previsões para 2013.

Nokia Developer Day com Windows Phone 8

Hoje houve em São Paulo, o Nokia Developer Day. O Zeletron compareceu, provando mais uma vez que lambanças do passado da Nokia não influem no presente.

O evento foi muito interessante pelas novidades faladas. Foi um evento politicamente importante para a Nokia porque estava um ministro de estado, tudo bem que quando soube que ia falar um ministro do PT escondi a carteira e quase dei o fora. Paulo Bernardo mostrou que como Ministro das Telecomunicações ele é …. bom, ele é um político, mas ele fica para domingo com vídeos.

A Nokia, prometeu no evento que entre janeiro e fevereiro chegaram ao Brasil os Lumia 920 e 820. Quem conseguiu mexer no 920 que estava lá percebeu que é um aparelho espetacular: câmera, tela, processador, conjunto.

Além disso deu para perceber quem é o principal alvo da Nokia nesta batalha por mercado: Android. É robozinho verde: a Microsoft e a Nokia vem babando para cima de vocês, já perceberam que não interessa brigar com a Apple e que o negócio é atacar os Androids por cima (Lumia) e por baixo (Asha). Aliás os Asha mais recentes estão sendo chamados de smartphones e não de feature phones.

Outra novidade que a Microsoft falou é que no Marketplace do Windows 8 vão respeitar as leis de cada países mas o consumidor escolhe em que país está. É fácil, quer comprar uma música que só tem na loja dos EUA, mude a região de seu aparelho para Estados Unidos que ela estará disponível e você paga em dólares com seu cartão daqui. Isto vai balançar o povo retrógrado de copyrights arcaicos, mas é algo bacana.

Além disso foram mostradas ofertas para seduzir desenvolvedores descontentes com outras lojas de Apps: um fundo de 16 milhões de euros para financiar idéias de Apps, um centro de desenvolvimento em Santa Rita do Sapucaí, um programa unificado de redes de anúncios, além de facilidades para desenvolvedores terem acesso à aparelhos e outras ferramentas.

É o velho mantra da Microsoft: Developers, Developers, Developers! Eu acho que pode dar muito certo.

 

 

 

 

Windows 8

Há alguns meses que venho utilizando o Windows 8 e, com o lançamento deste na sexta-feira, vale à pena escrever um pouco sobre isto.

Talvez, se você acompanha o blog, possa estar se perguntando: porque você escreveu na hora sobre o lançamento do iPad Mini e dos outros produtos da Apple e levou mais de 24 horas para falar do Windows 8?

Eu diria que a principal razão é o fato de os eventos da Apple serem algo bacana mas que acontecem com muita frequência. Já o lançamento de um sistema operacional “for end users” da Microsoft é um evento que de 1995 até 2012 aconteceu 8 vezes (95, 98, Me, 2000, XP, Vista, 7 e 8).

Em 24 de Agosto de 1995, na Noite de São Bartolomeu (AKA: Noite das Garrafadas), a Microsoft lançou seu sistema mais revolucionário em termos de “end-user”. O Windows 95 mudou a computação pessoal e foi um sucesso absoluto.

O mesmo ocorreu em 25 de Junho de 1998, o Windows 98 foi um excelente salto de qualidade, principalmente a versão 2 dele lançada 10 meses depois.

Outro acerto da Microsoft ocorreu em 17 de Fevereiro de 2000, quando resolveram fazer uma grande modernização no Windows NT que servia para desktop. O Windows 2000, apesar de ter tido pouco tempo como o topo de linha da Microsoft foi um excelente sistema.

O mesmo não pode ser dito do malfadado Windows Me, lançado em 14 de Setembro de 2000. Aquele que era chamado de Millenium Edition foi apelidado de Mistaken Edition. De fato o Me não foi um bom sistema.

Mas em 25 de Outubro de 2001 veio aquele que foi um dos mais importantes lançamentos da Microsoft de todos os tempos, o Windows XP. Mesmo onze anos depois o XP é ainda utilizado por 34% dos PC’s no mundo.

Em 2007, em 30 de Janeiro, a Microsoft lançou o Windows Vista. Embora fosse um avanço com relação ao XP, foi visto por muitos como um novo Windows Me e devido a demanda de Hardware que tinha muitos diziam que era lento. Definitivamente não agradou, tanto que passados 5 anos é usado por 5% dos PC’s no mundo.

Então em 22 de Julho de 2009 a Microsoft acertou novamente no alvo e o Windows 7 foi um sistema muito redondo que  conseguiu ser rapidamente adotado e hoje é o sistema operacional mais usado no mundo.

E por fim chegamos ao dia de ontem, 26 de Outubro de 2012, quando o mundo todo teve acesso ao Windows 8. Com uma interface bastante nova em termos de sistema operacional gráfico e com uma proposta de atender o mundo PC mas também o mundo Tablet e com modificações o mundo Celular parece estar muito mais para os casos do XP, 95, Windows 7 que para os casos do Me e Vista.

Minha avaliação do Windows 8 até agora tem sido muito positiva. No mínimo é um grande avanço com relação ao Windows 7, provavelmente vai ajudar a Microsoft a continuar dominando o mundo PC por muitos anos.

Não custa lembrar que no mundo PC (ou desktop/notebook) a Microsoft tem 92%, a Apple 7% e o Linux coitado 1% (arredondando para cima).

Vida longa ao Windows 8, vida longa à Microsoft!

Sete Leituras para o domingo – (VII)

Apesar de que alguns leitores dizem que só temos publicado as sete leituras de domingo, é verdade porque o dono deste blog está com uma carga de trabalho que nunca experimentou antes, fazendo mais de 100 horas por semana; vamos continuar publicando pelo menos as leituras e tentar aos poucos ir voltando ao ritmo antigo.

1) Se você não leu, precisa ler o estudo estatístico do Zeletron sobre o Ibope. Tem até uma simulação em Python

2) Você já pensou qual é o custo real de seu carro? Existe uma app para ajudar a manter sob controle estas despesas. Veja a análise no 9to5mac.

3) Esta semana vai ser quente. Dia 23 haverá um evento em que deve ser lançado o iPad Mini (que alguns dizem que vai ser chamado de iPad Air) e o Macbook 13″ Retina (este é uma forte especulação).

4) Já no mundo Microsoft o evento será gigante. O lançamento mundial do Windows 8, dia 26. O lançamento do Microsoft Surface com Windows 8 RT dia 25 e o provável começo das vendas dos primeiros Nokia com Windows Phone 8.

5) No mundo Google um SNAFU na quinta-feira quando vazou que os resultados do trimestre não seriam bons e as ações despencaram espetacularmente ativando o circuit breaker da NASDAQ para o GOOG. Parece que a compra da Motorola está cobrando seu preço.

6) Nas linguagens de programação JAVA perdeu seu longo reinado para o velho e bom C. Objective-C vem subindo assustadoramente e já passou C++ no Ranking.

7) Google lança oficialmente a linguagem Dart como proposta para substituir o Javascript.

Sete Leituras para o Domingo (III)

Voltamos à nossa programação dominical.

1) Você sabe o que é Lucid Dreaming? Eu também não, mas o projeto parece legal: http://sleepwithremee.com

Veja o vídeo.

2) Sempre sonhei em ter um espectrometro, agora se tiver paciência posso construir um: http://publiclaboratory.org/wiki/video-spectrometer-construction

3) Eu não sei o que falta no iPhone 5, acho que faltou algo wow! Mas o pessoal do Ars tem algumas opiniões: http://arstechnica.com/apple/2012/09/what-we-think-is-missing-from-the-iphone-5/

4) O que será que existe dentro do A6, o coração do iPhone 5?

Parece que há uma dica neste vídeo (1m51s)

5) Fiquei muito bem impressionado com o Nokia Lumia 920

6) O mico da semana vai para o GoDaddy. SNAFU

7) O UDID leak: http://www.nytimes.com/2012/09/11/technology/company-says-it-not-fbi-was-hacking-victim.html?_r=1&ref=technology