iPhone Tracker expõe uma brecha enorme na segurança dos donos de iPhone

Hoje meu amigo Dario me passou um link de um programa que prova que o iPhone guarda sua posição geográfica de tempos em tempos durante toda a vida do aparelho.

O programa se chama iPhone Tracker e só funciona em MacOS X.
http://petewarden.github.com/iPhoneTracker/

A princípio isso parece muito interessante, saber aonde estávamos no dia tal e até poder provar isso. O problema é que, se algum criminoso rouba o seu celular, essa informação fica disponível também para ele. Pior, se alguém rouba o notebook que você usa para sincronizar seu iPhone, essa pessoa tem acesso a esses dados.

Para se ter uma idéia do problema, vejam abaixo duas telas do programa sendo executado aqui no meu Mac.

Esses foram os lugares que eu já fui fora do Brasil com o meu iPhone.
Esses foram os lugares que eu já fui fora do Brasil com o meu iPhone. (Clique para aumentar)
Aonde eu estava no dia 19/01/2011.
Aonde eu estava no dia 19/01/2011 (Clique para aumentar)

Com essas informações, localização, data e hora; dá para saber um monte de coisas. Onde a pessoa mora, onde trabalha, aonde vai com frequência e quando vai, etc.

Outro dado interessante, é que essa informação passa de um iPhone para outro. Se você tinha um iPhone 3G S e depois transferiu os seus dados para um iPhone 4, as informações de localização vão junto com o backup.

Como não é possível desligar esse absurdo, uma sugestão que o sujeito que fez o programa deu, é que mande encriptar o backup do iPhone, para evitar que outros programas possam acessá-lo.

As perguntas que ficam são as seguintes:

1) Por que a Apple guarda esses dados sem nós sabermos?
2) Será que ela envia esses dados para algum outro lugar?