Código de Países: um guia definitivo

Num projeto, para tablets, que vamos mostrar em breve para vocês precisamos importar dados usando country codes (códigos de países). Parece algo simples mas como há multiplos padrões a coisa pode ficar complicada e montar uma planilha mais complicado ainda.

Acontece que a definição de país não é algo simples: pense rapidamente na diferença que há entre Inglaterra, Reino Unido e Grã Bretanha. Ou o caso de Porto Rico. E por aí vai.

Há o FIPS-10-4 que é a forma de abreviatura de duas letras que os EUA usam para se referir aos países. O famoso CIA World Factbook usa este. Há também o ISO-3166-1 que tem três versões: uma com duas letras, uma com três letras e uma com 3 dígitos numéricos. Outro código é o STANAG-1059 que é usado pela OTAN para se referir aos países usando 3 letras maiúsculas.

Por fim há o código de duas letras utilizado para indicar o país nos endereços DNS. São os chamado código TLD de países e são geridos pela IANA.

Se você ficou assustado com toda esta sopa de letras fizemos uma tabela para facilitar a sua vida que pode ser baixada em: http://pastebin.com/pufS81HX

ccTLD_1000b

Uma prancheta à prova de balas

Eis um objeto inútil, que alguma vez pode salva sua vida.

Por apenas US$ 44,99 você adquire uma prancheta com blindagem II-A. Para quem não sabe, blindagem II-A aguenta .22LR, .380, .38SP, 9mm, .45ACP entre outros calibres de pistola.

Provavelmente não vai parar uma .357 Magnum ou uma 10mm Auto ou mesmo uma .44 Magnum, mas já ajuda no dia a dia do Rio de Janeiro 🙂

Veja o vídeo

Sete leituras para o domingo

Vamos ver se emplacamos uma nova modalidade de post neste blog. Um resumão dos melhores posts que lemos na semana.

1) One Race: Um resumo muito bem feito pelo NYTimes da prova dos 100m rasos ao longo das Olimpíadas. Vale a pena ver.

2) Neil Alden Armstrong – (05/08/1932 – 25/08/2012) RIP

O primeiro homem que pisou na lua faleceu ontem. O Cardoso do Meio Bit escreveu um texto interessante sobre um episódio da vida de Neil.

3) A vitória do processo da Apple sobre a Samsung também foi um importante evento nesta semana. Você pode ler um texto legal sobre isto na Forbes. Segundo eles o grande vencedor e a Microsoft porque a Samsung pode mandar o Android para a vala e adotar em cheio o Windows Phone 8.

4) Há um texto bom na Scientific American sobre como o modelo atual de Hollywood está estimulando a pirararia. Concordo 100%. Os caras demoraram tanto para lançar o DVD do Jogos Vorazes, por exemplo, que muita gente viu o piratão.

5) Um aplicativo interessante para você que é viciado em Google Analytics: Quicklytics. Vale à pena ler o Making Of.

6) Um site muito bom com várias soluções elegantes em design de aplicações móveis. Bem organizado é um daqueles que tem que estar em seu bookmark.

7) Por fim, não deixe de ver no G1 os belos infográficos que fizeram explicando o julgamento do Mensalão.

Trollem Ipsum – Chega de Lorem Ipsum

Você está cansado de ler Lorem Ipsum como placeholder para textos de sites ainda não terminados? Seus problemas acabaram.

Chegou o Trollen Ipsum. Lá você escolhe se é um Apple Fan Boy, um Android Geek e gerar textos mais criativos para seu blog como por exemplo:

Professional fanboy, immediately Flash then hype, in order that you suck because sucky ass since Apple didn’t invent anything why you suck what is more brainwashed hardly you’d buy shit if Apple sold it, particularly Android sells more phones at first Apple copied Android’s notifications as fanboy, I believe Antennagate in the beginning Gruber in the end Google Voice is better than Siri and TellMe put together on the one hand blah, blah, blah before it’s open, while crap when fanboi, for example cult of Steve owing to death-grip, not only fact is, Apple are going down but also it didn’t even have copy and paste suddenly you suck in addition moron.

Apple copied LG to cult of Jobs finally locked down, moreover ass-kissing in contrast you don’t know anything.

Notifications are way better on Android, whose fact is, I can get a better laptop for less, on the contrary Apple are nothing without Steve Jobs until hypnotised, as a result fanboy, despite overpriced above all Jesus pad, whatever fanboi, this includes Android is better because it’s open while fanboy, for one thing toys.

Ou então:

Battery drain, so that iCloud, at the end user experience sucks because of Siri is better than TellMe and Google Voice put together, owing to so-called “iPad killer”, personally Apple will only get better not enough MacBook Air is just beautiful as soon as profit, what Steve Jobs was a genius, and delay in getting Ice Cream Sandwich, such a battery life, soon Android sucks where best design to sum up Android is fragmented since gorgeous, despite profit in the end iPhone rip-offs finally iTunes makes it easy.

Pleasure to use, eventually profit, to profit whatever Jony Ive’s incredible design in contrast genius all in all awful user experience but also CrackBerry however Flash sucks, therefore gorgeous besides gorgeous, particularly Android geek, this includes gorgeous so that profit at the beginning gorgeous after that user experience sucks.

Best design for this reason profit, as well as so-called “iPad killer” overall Jony Ive’s incredible design, I think battery life, prior to awful user experience for one thing iTunes makes it easy apparently iPhone rip-offs, suddenly Steve Jobs was a genius.

Há vários geradores de texto placeholder na Internet: o Chuck Norris Ipsum, o Arnold Ipsum, etc.

Chuck Norris Ipsum

Chuck ipsum. Chuck Norris once broke the land speed record on a bicycle that was missing its chain and the back tire. Helen Keller’s favorite color is Chuck Norris Chuck Norris once broke the land speed record on a bicycle that was missing its chain and the back tire. Chuck Norris ordered a Big Mac at Burger King, and got one. Chuck Norris once ate three 72 oz. steaks in one hour. When his martial arts prowess fails to resolve a situation, Chuck Norris plays dead. When playing dead doesn’t work, he plays zombie. There is no such thing as tornados. Chuck Norris just hates trailer parks. A meteor, and still owes him a beer. Chuck Norris was the fourth Wiseman. Shortly after all three died of roundhouse kick related deaths. There is no chin behind Chuck Norris’ beard. There is only another fist. A duck’s quack does not echo. Chuck Norris is solely responsible for this phenomenon. When asked why he will simply stare at you, grimly. Chuck Norris made Ellen Degeneres straight. Chuck Norris used live ammunition during all shoot-outs. When a director once said he couldn’t, he replied, “Of course I can, I’m Chuck Norris,” and roundhouse kicked him in the face. Rudolph has a red nose because he got lippy and Chuck Norris roundhouse kicked him across the face several times Chuck Norris’ iPod came with a real charger instead of just a USB cord

Arnold Ipsum

Arnold ipsum. I did nothing. The pavement with his enemy. If it bleeds, we can kill. I want my Larry. I wanna see you. I need a vacation. I don’t do requests. You did not make a Victor. Sure, here’s my invitation. I’m back. Come with me if you want to live. Make it quick because my horse is getting tired. Feel how soft my skin is. The hell you will. We are going to play a wonderful game called: ‘Who is your daddy, and what does he do’? Knock knock. Scumbag.

Agora nosso amigo @jbvsmo pode gerar coisas mais interessantes com seu gerador de nomes pronunciáveis.

Lorem Ipsum alternatives

Megasena da virada: Zeletron ensina você a ganhar?

Nesta semana que começa hoje teremos a megasena da Virada em que o prêmio pode atingir R$ 200 milhões. É uma bela quantia, e o Zeletron não tem como ensinar você a ganhar. Não há absolutamente nenhuma combinação que tenha mais probabilidade de ser sorteada que outra. Inclusive a combinação que saiu na semana passada tem a mesma probabilidade de ser sorteada que qualquer outra. Eu escrevi a respeito aqui neste mesmo blog.

A única forma de ter uma combinação mais provável que outra é se houver alguma assimetria no sorteio, fazendo com que alguns números sejam mais privilegiados que outros, mas supondo um sorteio bem feito, o que foi dito acima tem uma força que contraria nossas falsas crenças pseudo-estatísticas.

Além disso, não quero ser o estraga prazeres, mas a chance de você ganhar na loteria jogando um bilhete é praticamente nula. Algo como 0,0000017% em outras palavras há 99,9999983% de chance de você não ganhar. É claro que se você jogar mais números suas chances podem subir: Jogando 15 números (e pagando 10.010 reais pelo bilhete) você tem 0,01 % de chance de ganhar e 99,99% de chance de não ganhar e perder os R$ 10.010,00

Se você quiser saber quantas semanas levaria para você ganhar na loteria pode usar o script abaixo que fiz para você:

import random
# MAXIMO DE TENTATIVAS QUE VOCE QUER
JOGOS = 5000000
 
# TAMANHO DO JOGO QUE VOCE FARIA - DE 6 a 15 NUMEROS
a = [1, 2,  3,  4,  5,  6,  7,  8,  9]
 
def jogo():
    lista = range(1,61)
    return [lista.pop(int(random.random()*(60-i))) for i in xrange(6)]
 
for i in xrange(JOGOS):
    l = jogo()
    jogada = True
    for t in l:
        if t not in a:
            jogada = False
            break
    if jogada==True:
        print i,l

Como a experiência vai mostrar, serão muitas semanas…

Então quer dizer que não devo jogar? Não foi isso que disse, jogar um ou outro bilhete, uma vez ou outra, pode ser uma diversão, uma brincadeira familiar.

Agora ganhar na loteria, por mais paradoxal que parece, além de muito raro pode ser uma maldição. Maldição??? Como você ousa dizer que ganhar 200 milhões de reais pode ser uma maldição, perguntaria você. Eu respondo dizendo: pense em todas as transformações que aconteceriam na sua vida se você ganhasse 200 milhões na loteria. Na facilidade em gastar, em parar de trabalhar, em mudar as relações familiares e de amizade. É um bom exercício mental pensar nisto e ajuda a conhecer-nos.

Eu confesso, que devido a pressões no trabalho, o pessoal fez um bolão, tive que dar R$ 25,00 para comprarem um bilhete. No entanto peço a Deus que não ganhemos na loteria, não estou preparado para isso. Uma coisa é enriquecer a custa de um trabalho duro e bem feito, outra bem diferente é ficar rico numa rodada da sorte.

Abrindo DWG/DWF sem AutoCAD

Você que precisa visualizar e trabalhar com plantas em formato AutoCAD DWG/DWF (formatos proprietários da Autodesk) em outro programa, agora tem ferramentas grátis para fazer essas tarefas. (Isso já existe há algum tempo, mas só agora descobri esses programas).

A Open Design Alliance tem ferramentas gratuitas (APIs) para se trabalhar com o formato DWG, convertendo-o para o formato DXF e para visualizar plantas DWG/DWF sem precisar do AutoCAD.

O Free DWG Viewer é um programa totalmente gratuito (free, 0800, de graça, zero reais) para abrir arquivos DWG e DWF para visualização. Ele permite que se visualize e faça medidas em plantas DWG/DWF.

Para baixar o DWG Viewer, clique aqui.

Outra ferramenta interessante é o EveryDWG, um programa que converte todos os DWG de uma certa pasta para o formatos abertos DXF ou DXB. Simples e fácil.

Para baixar o EveryDWG, clique aqui, baixe o Zip e descompacte para alguma pasta. Não precisa instalar.

Para ver outras ferramentas gratuitas da Open Design Alliance, clique aqui.

Ruido sonoro tem cor. E uma nova seção do Blog

http://en.wikipedia.org/wiki/Colors_of_noise

Como vocês podem ver no link acima ruído sonoro tem cor, pelo menos uma sensação de cor.

O ruído é útil para pessoas que sofrem de zumbido no ouvido e também ajuda a se concentrar mascarando sons externos.

Como precisava de uma fonte de ruído para fazer uma app para o IPhone escrevi um script em python e veio a idéia de criar uma seção com dicas de Python que agora fica no menu horizontal do Zeletron ou na página: http://www.zeletron.com.br/dicas-python

Quem tiver alguma receita de python interessante pode mandar para inserirmos lá.

Zen Coding – Vai mudar sua vida se você usa HTML

Imagine escrever uma linha com uns poucos comandos e obter um arquivo HTML todo formatado e já preparado para receber seu texto.

Isto é o Zen-Coding: http://code.google.com/p/zen-coding/

Bom, melhor que falar é mostrar a mágica:

 
html>(head>title+script+style)+body>div#jqt>(div#main>(div.toolbar>
h1+a.back)+span#tempo+span#tentativas+table>tr*4>td*4>img#id[onclick])+
(div#about>(div.toolbar>h1+a.back)+div.sobre>
a[href=http://wwww.netfilter.com.br])

E com um comando (Control-E) obter:

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
42
43
44
45
46
47
48
49
50
51
52
<html>
	<head>
		<title></title>
		<script type="text/javascript"></script>
		<style type="text/css"></style>
	</head>
	<body>
		<div id="jqt">
			<div id="main">
				<div class="toolbar">
					<h1></h1>
					<a href="" class="back"></a>
				</div>
				<span id="tempo"></span>
				<span id="tentativas"></span>
				<table>
					<tr>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
					</tr>
					<tr>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
					</tr>
					<tr>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
					</tr>
					<tr>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
						<td><img src="" alt="" id="id" onclick="" /></td>
					</tr>
				</table>
			</div>
			<div id="about">
				<div class="toolbar">
					<h1></h1>
					<a href="" class="back"></a>
				</div>
				<div class="sobre"><a href="http://wwww.netfilter.com.br"></a></div>
			</div>
		</div>
	</body>
</html>

Esta mágica é feita pelo Zen-Coding, um plugin genial. gratuito e disponível para a maior parte dos editores.

É o tipo da coisa que você só vai valorizar depois de testar. Se ainda está em dúvida veja o vídeo abaixo:


Zen Coding v0.5 from Sergey Chikuyonok on Vimeo.

O Zeletron já sugeriu algumas mudanças para fazer o Zen-Coding mais poderoso, você pode sugerir também: http://code.google.com/p/zen-coding/issues/detail?id=159

Arrumando o HD com o SpaceSniffer

Hoje fiz uma limpeza no meu HD, coisa que faço de tempos em tempos. Depois de jogar fora umas coisas, arquivos temporários e outros lixos óbvios, resolvi procurar um programa que me dissesse o tamanho de cada pasta, para passar um pente fino.

Lembrei-me que há algum tempo atrás O Velho colocou uma dica sobre um programa que mostrava o tamanho das pastas no HD, de acordo com o seu tamanho. Procurei no site dele e achei o post no qual ele falava do SpaceSniffer.

O programa é gratuito e não tem instalação, ou seja, você pode colocar no seu pendrive e usar em qualquer computador.

Vejam abaixo ele funcionando no meu computador.

Foi com ele que eu descobri que tinha 1GB de cache no Picasa (ainda não descobri como limpar isso) e outros lixos mais que deverão ser devidamente armazenados na minha lixeira. 🙂

Para baixar o SpaceSniffer gratuitamente, clique aqui.

Mudar o idioma de teclados QWERTY é uma boa?

Provavelmente esse deve ser o último post de 2009, e como Papai Noel deve ter dado muitos celulares com teclado QWERTY nesse Natal, resolvi falar sobre o problema da atualização de firmware nesses aparelhos. Particularmente sobre a mudança de idioma.

A mudança de idioma nos celulares com teclado numérico ou totalmente touch através da troca do product code é um processo indolor e que em todos os casos resolve o problema de pessoas que compraram seus aparelhos no exterior e querem usar seus celulares em Português do Brasil. (curiosamente Dubai (EAU), Japão, China e EUA são os que mais aparecem aqui com dúvidas)

No caso dos teclados QWERTY, os teclados com todas as letras, o problema é bem mais complicado, já que o idioma do celular acaba ficando atrelado ao layout do aparelho.

Os teclados QWERTY (ou seja, onde a primeira linha de teclas começa com essa sequência de letras) são o mais comuns. Existem também teclados QWERTZ, AZERTY, DVORAK, dentre outros. O que interessa é que, mesmo que o teclado seja QWERTY, existem centenas de variações de teclados e cada país tem a sua variação. Até aparelhos comprados em Portugal têm layout de teclado diferente do nosso do Brasil.

Por causa disso, mudar o product code de um celular comprado em Dubai, por exemplo, para o português do Brasil, bagunça todo o layout do teclado do aparelho, tornando a digitação um sofrimento. Com isso, uma atividade que deveria ser muito mais fácil com um teclado completo, acaba sendo muito mais complicada.

Ainda não conheço nenhuma forma de trocar o idioma do celular sem tocar o layout do teclado, por isso, a dica que eu deixo é a seguinte: Se você comprou um celular com teclado QWERTY (N97, N97 mini, E90, E75, E72, E71, E70, E63, E62, E61 e E61i) fora do Brasil, não mude o idioma dele. Se você está querendo comprar um celular QWERTY fora do Brasil, pense duas vezes. Se você não sabe o idioma do celular, não compre. É melhor usar o celular no idioma de origem, pelo menos por enquanto.

A voz dele

Hoje recebi um email do Antonio Cezar, mais um usuário do Wordmobi. Bugs à parte, pude conferir a página do Antônio, denominada “a minha voz”, seu twitter, blog e ainda batemos um papo via MSN. Ele usa um E61 para dar continuidade à sua vida digital e se comunicar. O que tem de mais nisso ? Nada, se ele pudesse ver este texto como a maioria dos nossos leitores. Achei interessante colocar aqui um pouco da experiência e ferramentas utilizadas por ele, começando pela página Como os cegos interagem com o computador, de autoria do próprio Antonio. Em breve pretendo adicionar outras dicas, contanto com a consultoria do Antonio Cezar, claro !