Tim, Claro e Oi proibidas de vender chips – Faltou a Vivo …

Já falamos inúmeras vezes da situação das Telecomunicações no Brasil. Inclusive fornecemos um método de resolver o problema.

Hoje 3 operadoras foram suspensas. Faltou a Vivo, que anda um lixo também. Mas no fundo a pergunta que não quer calar é: não seriam os verdadeiros culpados a Anatel e os habitantes do Palácio do Planalto desde 2003?

Quer uma sugestão? Inspire-se aqui:Um Dia de Fúria

Resolvendo o problema do 3G no Brasil: “Russian Roulette algorithm”.

Este blog apresenta agora, pela primeira vez na história, um algoritmo (meramente teórico) para resolver o problema do 3G no Brasil, que como já comentamos algumas vezes aqui neste blog é algo de décimo mundo (todas: Vivo, Oi, Tim e Claro).

O algoritmo é o seguinte (depois de discussão entre os editores para ver o que era publicável):

  • passo 1: pegue um revolver revólver de borracha com seis tiros. Remova todos os cartuchos.
  • passo 2: coloque uma munição bala de borracha no tambor.
  • passo 3: utilizando a função random() % 4 selecione o presidente de uma operadora. Se sair 0 você pega o da Claro, se for 1 o da Oi, se for 2 o da Tim e se for 3 o da Vivo.
  • passo 4: gire o tambor do revólver arma de borracha aleatóriamente.
  • passo 5: Coloque um chip da operadora sorteada no seu celular.
  • passo 6: Coloque o cano do revólver da arma de borracha dentro da boca apontada para uma região “delicada” do presidente da operadora sorteada.
  • passo 7: Digite www.google.com no browser do celular.
  • passo 8: Se a página abrir em menos de 30s pule para o passo 11
  • passo 9: Puxe o gatilho.
  • passo 10: Se atirou arrume outro presidente dê um gelo para o presidente da para a operadora
  • passo 11: Remova a munição ou apenas a capsula do tambor.
  • passo 12: Retorne ao passo 2

Execute o algoritmo num processo colocado no crontab a cada hora. Em poucos dias teremos a solução do problema do 3G no Brasil ou pelo menos do desemprego …

Caso queira acelerar o processo use a roleta portuguesa (5 balas balas de borracha e duas apertadas no gatilho) no núcleo do algoritmo.

Este algoritmo é baseado no algoritmo chinês para resolver o bug do milênio em aeronaves.

4G no Brasil, meu avô e o código morse: samba do “afro-brasileiro” classificado no DSM-IV-TR

O que tem a ver meu avô materno, com o código morse e com o 4G no Brasil? E porque você colocou no título samba do “afro-brasileiro” classificado no DSM-IV-TR?

Vamos por partes, como diria Jack o Estripador, eu queria dizer “samba do cri**lo doi*o” mas não posso fazê-lo sem ser acusado de racismo, ou políticamente incorreto. Assim substituí o termo crio**o por afro-brasileiro e doid* por pessoa classificada no DSM-IV-TR. São as agruras deste mundo políticamente correto.

O fato é que volto ao frango, quer dizer ao 4G. Nestes últimos dias vi que a Anatel (ó macabra piada) leiloou as frequências para operação 4G no Brasil e comecei a me perguntar: se o 3G não funciona aqui, o que leva estes caras a pensar que o 4G vai fazer algo de útil? E a situação é mais triste quando se fala na imprensa que o 4G permite velocidades até 10 vezes maiores que o 3G.

O fato é que o 3,5G que deveríamos ter aqui no Brasil permite velocidades de até 7,2Mbps. As operadoras que sugam o nosso suado dinheiro com a ajuda da incomPTencia do governo oferecem no máximo 3Mbps e olhe lá. O normal é oferecer 1Mbps, que você deve elevar as mãos aos céus quando funciona.

Desta forma, se o 4G ampliar a velocidade “real” que temos em 10 vezes, vamos ter muito menos que a Verizon entrega no 3G nas cidades americanas. Além disso, situações de 90% de perda de pacote, como mostramos antes, será que vão parar de acontecer?

E o que seu avô e o código morse tem a ver com isto? Chego lá. Meu avo, qepd, falecido há poucos anos, trabalhou durante toda sua vida como telegrafista. Segundo ele, mantinha um ritmo de 40 palavras por minuto em morse no seu telégrafo. Quando comecei a escrever este post, tentei enviar pelo 3G da Vivo e não consegui. Aí lembrei dele, se fosse em código morse o texto já teria sido publicado de manhã.

Fica uma homenagem aos telegrafistas. A banda era pequena mas não falhavam. Funcionava melhor que o 3G brasileiro.

O portal da Anatel: piada macabra

Já comentamos aqui como é triste a situação das Telecomunicações no Brasil. Este post pretende ser uma continuação daquele.

Desesperado com minha operadora resolvi recorrer a Anatel. Entrei no site deles, descobri que não funciona no Chrome, só no IE, e lá fiz minha reclamação que vai abaixo:

Como não encontrei como fazer reclamação via CNPJ aqui vai a reclamação em meu nome.

Nós últimos 30 dias houve mais de 80 horas de interrupção do serviço Speedy Fibra Optica. Num dia foram 48 horas de interrupção e no outro perto de 40 horas de interrupção.

Segundo técnicos da Telefônica o problema era conhecido pela operadora que estava enviando técnicos ao local apenas para “ganhar tempo”.

O serviço de Internet é fundamental para a execução do nosso trabalho e nos gerou enormes prejuízos. A operadora se recusou a fornecer cópia das gravações, descumprindo a lei dos Call Centers, e não respeitou os prazos fornecidos por ela mesma para o reparo (prazos que já eram abusivos).

Nós solicitamos:

1) Que a operadora reembolse o cliente das horas paradas.
2) Que a operadora forneça cópias de TODAS as chamadas ao call center feitas por nós nos últimos 45 dias.
3) Que a operadora envie um relatório do problema e da razão da demora na solução.

O que a ANATEL fala para você:

Microsoft OLE DB Provider for SQL Server error ‘80040e14’

Incorrect syntax near ‘,’.

/FOCUS/CLASSES/cAtendimento.asp, line 556

Nem reclamar podemos mais. Vai dizer que não somos um país de tolos?

Atualização (09/04/2012): O problema continua. Eu acabei de notar que tinha postado algo semelhante no Zeletron há um ano atrás: http://www.zeletron.com.br/2011/05/e-agora-quem-podera-me-defender.html

E agora quem poderá me defender?

Quando as Telecomunicações no Brasil foram privatizadas as coisas melhoraram muito, mas era necessário que houvesse uma agência de Telecomunicações que regulamentasse e controlasse o setor. Durante os oito anos do governo Lula e agora no governo Dilma vemos uma favelização da Anatel que resulta em situações como a que vai abaixo:

Cliente tem um Virtua e contrata um link de redundância com a Embratel. A Net e a Embratel passam, sem avisar o cliente, a compartilhar a infra-estrutura, assim quando cai o Virtua, cai a Embratel e a redundância vai para o brejo.

Vendo o Vírtua cair 20 vezes por dia nos últimos 10 dias, o cliente decide cancelar o link da Embratel. Como tem número telefonico com a Embratel, pede a Net a portabilidade, eis o relato do infeliz.

Solicitei portabilidade do número (11) nnnn-nnnn da Embratel para a Net
A Atendente (Cristiane) disse não ser possível já que a Net é a Embratel. Depois de argumentar por 30 minutos dizendo que a Net não é a Embratel e portanto a portabilidade é uma norma da Anatel a atendente transferiu-me para outra atendente.
A segunda atendente que não se identificou, disse que não era possível, mas diante dos argumentos de que estaria descumprindo a lei ao não fazer a portabilidade disse que daria início ao processo.
Depois de mais quinze minutos de espera a atendente disse que ia concluir o processo e deixou-me em espera.
Sem nenhum aviso cortou a ligação.
Solicito:
1) A portabilidade imediata do número em questão para o Net Fone
2) Cópia da gravação da chamada, de acordo com a lei dos Call Centers, para que possamos tomar as devidas medidas legais.
Atenciosamente
nnnnnnnn

Aí o que faz o cliente? Reclama com a Anatel. Após preencher inúmeros formulários, digitar senhas e ter que usar o IE8 para navegar no site da Anatel ao submeter sua reclamação ele ganha:

Microsoft OLE DB Provider for SQL Server error ‘80040e14’

Incorrect syntax near ‘,’.

/focus/faleconosco/RealizarAtendimento.asp, line 44

Deseperado, pensa em pedir auxílio ao Chapolim Colorado.

Deixando de lado o humor, Lula, Dilma e o PT estão destruindo o Brasil. Estamos em processo de Zimbabuização rápida.

 

O X6 vem aí, lá lá lá lá lá…

Acabei de ler no blog Picolé Parcelado que a ANATEL homologou o X6 para o mercado brasileiro.

Esse celular, se não for absurdamente caro, será, na minha humilde opinião, o maior sucesso! Tem tudo para dar certo: Tela touch Capacitiva com proteção anti-risco, Comes With Music (1 ano de músicas grátis), 32GB de Memória interna, Câmera de 5MPx com lentes CarlZeiss, GPS, Acelerômetro, e por aí vai.

Maiores informações lá no Picolé Parcelado. Dêem um pulinho lá!

Nokia E72 é aprovado na Anatel – Oba!

Hoje de manhã li no blog Picolé Parcelado uma ótima notícia, o E72 foi homologado na Anatel!

Isto significa que muito em breve teremos esse excelente aparelho disponível para venda aqui no Brasil.

Só lembrando que esse aparelho é aquele que tem a tecla direcional óptica e uma câmera de 5Mpx com flash de LED. Perfeito substituto para quem já teve um E71.

e72

Mais informações no blog Picolé Parcelado.