Parabéns Rio de Janeiro

Meio atrasado, mas em tempo de desejar os parabéns à minha cidade querida de São Sebastião do Rio de Janeiro, que completou 447 anos no dia 01 de março, fiz um Stop Motion bem simples.

No sábado passado fui ao mirante Santa Marta, apoiei a câmera no muro e fiquei tirando fotos a cada 10 segundos, mais ou menos. Dei umas tremidas, já que não estava com tripé, esqueci de bater algumas vezes, mas o vídeo ficou aceitável. No meio do filme, em um frame tem até um urubu passando. 😀

Para fazer o stop motion, fiz um scriptzinho em bash para converter as fotos para o tamanho definitivo e uni-las à musica para gerar um vídeo. Sou um zero à esquerda em bash e entendo menos ainda de FFmpeg, por isso não reparem se encontrarem alguma batatada no script. A proposta não é mostrar como se faz, e sim como foi feito. 😀

Para fazer isso, usei o ImageMagick para redimensionar as fotos e o ffmpeg para criar o vídeo. O áudio eu cortei de um mp3 com o Audacity.

Como a numeração das fotos não estavam começando em 1, tive que renomeá-las antes, porque o ffmpeg precisa que estejam em sequência os números e que comece em 1.

#!/bin/bash
 
j=1
 
mkdir output
 
echo "Renomeando os arquivos..."
for i in $(ls -tr *.JPG); do
	eval $(printf "cp $i output/IMG_%04d.jpg\n" $j)
	j=$((j + 1))
done
 
cd output
 
for i in $(ls -tr *.jpg); do
	echo "Redimensionando $i para 1440x1080..."
	convert  "$i" -resize 1440x1080 -normalize "$i";
done
 
echo "Criando o video..."
 
ffmpeg -r 8.6 -i IMG_%04d.JPG -i cidademaravilhosa.wav -b 7593k rio447anos.avi

Uma observação: Eu tirei 258 fotos e a música cortada tem 30 segundos. Por isso esse framerate doido de 8,6 (258 ÷ 30).

Segue abaixo o vídeo. O filme está em 1080p. Se clicar para assistir no Youtube e mudar para 1080p vai conseguir ver em tela cheia em FullHD.

Comments on this entry are closed.

  • Pedro Paulo

    Qual a câmera usada?

  • Usei uma Canon S5. Do meu lado tinha um cara fazendo o mesmo com uma DSLR ligada numa plaquinha com um microcontrolador que marcava o tempo exato entre os frames e controlava abertura, exposição e tudo mais. O stopmotion dele deve ter ficado maneiro.

  • Ricardo Bernigni

    Você já tentou usar o CHDK na sua Canon S5?

  • Lindas imagens.
    Senti falta do Godzilla. Próxima vez você leva uns bonequinhos 🙂

  • Godzilla é só no Japão. 🙂

  • Ricardo, nunca usei isso.

    Temos 3 câmeras Canon aqui em casa. Uma SD1000, uma S5 e uma EOS 1000D. Minha esposa usa mais a última e eu gosto mais da S5.

    É fácil de instalar? Faz alguma diferença?

  • Ricardo Bernigni

    O CHDK tem time-lapse com HDR, sem HDR, você pode fazer scripts em lua, e outras coisas mais.

    Ele pode ser usado como dual-boot, bootando pelo cartão da câmera.

    Vale a pena testar e quem sabe fazer um post aqui no Zeletron?