Para a Adobe, brasileiro tem mais… Tem mais é que pagar mais caro.

Há anos sempre usei e recomendei a dupla Inkscape + Gimp para trabalhos rápidos com imagens e desenhos. Os programas, apesar de limitados, funcionam, são grátis e ainda funcionam maravilhosamente bem tanto no Windows quanto no Linux (usei Ubuntu vários anos).

O grande problema é que no Mac, plataforma que estou usando desde o início do ano, nenhum dos dois programas roda direito. Para começar, precisam do X11 para Mac e ficam completamente capengas no sistema do Steve Jobs.

Para tentar resolver esse assunto, há uns 5 dias resolvi baixar no site da Adobe a versão de testes do Adobe CS5.5, recém saída do forno e estampada nas propagandas de 9 entre 10 sites por aí. Baixei os 5.0 GB que englobam todos os programas do pacote e instalei.

Realmente, os programas são 6,02 x 1023 vezes melhores que os pobres “equivalentes” open source. Dá para fazer misérias com o Illustrator. Com o photoshop não mexi muito ainda, mas já deu para ver que é muito melhor que o Gimp. Além disso o pacote inclui um punhado de outros programas excelentes.

Testes feitos, vamos ver quanto essa criança custa? Aí começa o problema. Nem a Adobe sabe quanto custa o pacote de programas. Eu explico.

Entrei na loja da Adobe (www.adobe.com) e vi o seguinte preço:

Tenso… Quase 2.000 obamas por 5.0GB de programas… Mas aquele “Subscribe” ali me tentou. US$95,00 por mês não ia matar. Qualquer coisa cancelava e voltava para a dupla Inkscape+Gimp.

Cliquei e coloquei o dito cujo no carrinho de compras com a opção de “Subscribe”. Aí veio a segunda pergunta, mensal ou anual?

Hum… Mensal, US$139,00/mês. Anual, US$95,00/mês. Se desistir antes de um ano na opção anual, vc paga uma multa com diferença do mensal para o anual nos meses que você usou. Justo.

Vamos lá, anual. Checkout. (Já fui preparando o cartão de crédito).

Nessa hora, ele me pergunta se eu já tenho conta na Adobe. Sim, comprei o Flash Builder no ano passado. Coloquei o login e a senha e mandei seguir.

Num piscar de olhos, a página ficou em português por causa do meu endereço e, para minha surpresa, o preço subiu de US$ 95,00 para US$185,00 SEM IMPOSTOS!

Não satisfeito, fui ver novamente quanto custava o bendito programa e voltei para a home, agora em português. Lá me deparo com isso:

Acuma????? Quase dobraram todos os preços! E ainda em dólar! E ainda SEM IMPOSTOS!

Muito indignado, entrei no chat de suporte da Adobe – ficou em inglês de novo – e aguardei uma alma me atender. Depois de uns minutos um sujeito com nome de indiano me atende.

Depois de uma rápida explicação ele disse que não sabia porque estava diferente o preço e me pediu para enviar um e-mail para brazil@adobe.com com essa dúvida.

Mandei um e-mail no dia 21/05/2011 para o endereço que ele me informou e estou até hoje esperando resposta.

Cansado de esperar, resolvi telefonar para o 0800 da Adobe do Brasil para ver se resolviam a confusão. Telefonei, escolhi a opção de compra e fiquei uns 15 minutos na musiquinha. Quando já estava desligando e desistindo, me atendeu um sujeito.

Resumo da ópera. Ele também não sabia que havia essa diferença. Na verdade nem sabia o valor certo do pacote. Depois de muita procura, muita espera, ele me veio com a seguinte pérola:

Adobe: – “O senhor pode comprar na loja dos EUA.”
Eu: – “Posso?”
Adobe: – “É… bem… Na verdade eu não sei porque lá está mais barato… Pode comprar lá”
Eu: – “Mas quando eu coloco meu usuário e senha já caio na loja do Brasil”
Adobe: – “Basta o sr. não dizer que quer o CD que o sr. pode comprar na loja de lá”
Eu: – “Certo. Vou fazer isso então.”
Adobe: – “Se bem que… Se o sr. fizer isso, vai estar fora da licença da Adobe, que liga o usuário ao país”

*** SANGUE FERVENDO ***

Pinóia! O site está errado, o cara não sabe resolver, não sabe porque está assim o valor e ainda me sugere fazer um negócio que é contra a licença. Show de horrores!

Já estava com a paciência estourada e vi que o infeliz do outro lado da linha não ia conseguir resolver o problema e resolvi agradecer e desligar.

Vou usar o CS5.5 até o período de 30 dias acabar e vou voltar para a dupla Inkscape + Gimp.

Só gostaria de saber porque o programa custa quase o dobro aqui na “terra onde tudo que se planta dá”.

O preço está em dólares, o programa NÃO está em português, a ajuda NÃO está em português, o preço está SEM impostos e o cliente tem que pedir o produto SEM mídia (CD/DVD).

É, brasileiro tem mais… (Complete a frase como quiser)

20 comentários em “Para a Adobe, brasileiro tem mais… Tem mais é que pagar mais caro.”