Usando seu iPhone 4 (e outros celulares) no exterior

Muitas dicas desse post servem para qualquer celular. 😉

Recentemente tive que ir a trabalho para Madrid, na Espanha, e levei comigo meu fiel escudeiro iPhone 4 (quem diria que um dia eu escreveria isso?).

Como o iPhone 4 usa um micro SIM Card, que nem sempre é fácil de encontrar, fui preparado com um cortador de SIM Card comprado no Deal Extreme por 8 dólares. (esse aí da foto)

Parece um grampeador, mas é um cortador de SIM Card

Antes de viajar para qualquer lugar do planeta, é muito bom verificar o Wiki de Internet pré paga, no endereço abaixo, para ver qual é a operadora mais barata no lugar que você vai visitar.

http://prepaid-wireless-internet-access.wetpaint.com/

Em qualquer lugar do mundo, as pessoas acham que o iPhone é um celular especial, e, portanto, precisa de planos especiais. Na Espanha, por exemplo, numa das lojas que eu entrei, o sujeito se recusou a me vender um chip pré-pago porque disse que nenhum deles funcionaria com o iPhone, mesmo cortando, já que ele precisaria de uma configuração “especial” para funcionar.

Obviamente isso não era verdade. Entrei na loja do lado e o sujeito não só me vendeu o chip, como fez a tal configuração, ou seja, não fez nada. Bastou colocar o chip no celular para aparecerem as barrinhas de sinal e eu poder falar.

Para usar a Internet ele disse que bastava nomear a rede como “Internet”. Duvido muito que não funcionasse se eu tirasse esse nome e colocasse “Zeletron”, mas deixei que ele fizesse isso.

Em alguns países, principalmente naqueles onde o idioma é doido (como foi meu caso em Praga), é melhor comprar o chip pré pago no aeroporto, onde você terá mais chances de falar em inglês com o vendedor. Teste tudo que puder na frente dele para não receber um SMS em Tcheco, perguntando: “Díky za nákup SIM karta od Vodafone. Nyní jste 245000 kc na vás úcet. Chcete aktivovat kartu?”

Na Itália, os caras são hiper burocráticos e não são todas as operadoras que vendem um SIM Card para um estrangeiro. Além disso, todas as operadoras demoram 1 dia para ativar o cartão e várias horas para ativarem os planos. Com isso, se você for ficar pouco tempo, não vai valer a pena comprar um cartão pré pago por lá.

Outra coisa muito importante! Para evitar surpresas na hora de receber a conta pós viagem, não se esqueça de desligar o serviço de dados antes de entrar no avião e desativar o roaming de dados. Você pode até usar o seu celular para mandar e receber SMS ou até receber uma chamada de emergência com o chip brasileiro, mas se não desativar a internet e o roaming de dados, pode ter uma surpresa muito desagradável. O Megabyte trafegado no exterior pode custar a bagatela de R$ 30,00!! Mesmo que você tenha um plano de dados aqui no Brasil ele não conta no exterior. Fique de olho nisso.

Por último, isso vale para qualquer celular, ligue para sua operadora antes de viajar e peça para liberar o roaming internacional. É muito útil ter uma opção de usar o próprio celular no exterior quando não se consegue comprar um chip no país visitado. Já tive o dissabor de chegar em outro país e a TIM não habilitar meu roaming internacional.

Ah, já ia me esquecendo. Antes do avião fechar as portas, coloque seu celular no modo avião para poder ligá-lo posteriormente durante o vôo. Algumas aeromoças não te deixam usar nem em modo avião, o que é uma estupidez, mas se você for discreto, poderá usar como se fosse um iPod Touch. Uma dica é colocar o fone de ouvido sempre que estiver usando, mesmo que esteja lendo um livro no iBooks. 😉

20 comentários em “Usando seu iPhone 4 (e outros celulares) no exterior”