Novidades e dados expostos no WWDC 2010

Hoje, em São Francisco na Califórnia, houve a abertura do WWDC 2010, um evento que reúne mais de 5200 desenvolvedores de aplicativos para as plataformas da Apple de 57 países.

Como é usual, o próprio Steve Jobs fez a abertura do evento, anunciando um monte de coisas para deleite dos fãs da maçã.

O keynote foi aberto falando do sucesso do iPad, que já vendeu mais de 2 milhões de unidades em menos de seis meses. Atualmente, o ritmo de vendas é equivalente a um iPad a cada três segundos!

Outro dado interessante ficou por conta dos aplicativos para iPad. Nesse mesmo período, já foram vendidos mais de 35 milhões de aplicativos para usuários de iPad. Isso dá uma média de 17 aplicativos por aparelho.

Como já era esperado, houve finalmente o anúncio do iPhone 4G, aquele que foi roubado de um engenheiro e depois comprado por um blog famoso lá dos EUA, lembram? Pois bem, o tio Steve revelou finalmente no seu keynote as características do aparelho. Vamos a elas:

  • Processador ARM A4 (o mesmo do iPad)
  • 16GB ou 32GB de memória interna
  • Quadriband HSDPA e HSUPA (7.2Mbps/5.8Mbps de download/upload)
  • 9.3mm de espessura
  • Câmera frontal para videoconferência
  • Câmera traseira de 5Mpx com flash e zoom digital de 5x
  • Filmadora 720p com 30 quadros por segundo
  • Tela de 3,5″ com resolução de 960×640 e contraste de 800:1 (78% dos pixels do iPad)
  • Giroscópio (sensor de movimento em seis eixos)
  • Rede WiFi 802.11n (repare na letrinha do final)
  • Sistema operacional multitarefa iOS 4 (Mudou de nome)
  • Duas cores de carcaça (preto ou branco)

Apesar de sistema operacional multitarefa e câmera de 5Mpx já existir em outros fabricantes há muito tempo, o conjunto faz toda diferença. E o conjunto aqui é composto pelo aparelho (que evoluiu bastante) e pela loja de aplicativos da Apple, que, por mais falem mal ou que tentem copiar, é um sucesso tanto para os usuários quanto para os desenvolvedores.

E aí chegamos no ponto que mais me chamou a atenção nessa apresentação do tio Steve Jobs, ele disse que já pagaram até hoje 1 bilhão de dólares aos desenvolvedores em pouco mais de dois anos. Vou repetir, há poucos dias atrás, a AppStore alcançou a marca de US$ 1.000.000.000,00 pagos aos desenvolvedores de aplicativos da App Store!

(Vai ficar fora dessa? Participe do nosso curso de desenvolvimento para iPhone)

Não há como negar que desenvolver para iPhone (iPad e iPod incluídos) é um excelente negócio. Você desenvolve seu aplicativo e o coloca à disposição de um mercado de milhões de consumidores que, à distância de um clique, podem comprar seu produto. A facilidade da compra é incrível. Isso é excelente para os desenvolvedores que não precisam de métodos mirabolantes de controle de licença ou uma rede enorme de distribuição de seus produtos.

Segundo Steve Jobs, toda semana 15.000 aplicativos (novos e atualizações) são submetidos à Apple para aprovação, que acontece em 7 dias, caso tudo esteja correto. Desses aplicativos, apenas 5% é rejeitado, e as maiores razões para isso são:

  1. O aplicativo não faz o que promete
  2. O programa usa API privadas da Apple (se elas mudarem o programa para de funcionar)
  3. O programa trava ou não funciona

Isso nós temos como comprovar. Neste curto período em que começamos a desenvolver aplicativos para a iPhone, todos eles foram aprovados em menos de uma semana. O processo é totalmente transparente e você vai acompanhando todos os passos da aprovação. (Enquanto estou escrevendo esse post, nosso décimo primeiro aplicativo foi aprovado na App Store. Acabei de receber o e-mail!)

Na parte das vendas também não é diferente. Você sabe exatamente quanto já ganhou com cada aplicativo e em qual país ele faz mais sucesso. Outra coisa interessante é a possibilidade de se colocar propagandas (iAd) em aplicativos gratuitos e reverter parte desse dinheiro para o desenvolvedor (mais para frente falamos disso).

Voltando ao Keynote do Steve Jobs, outro lançamento já esperado para hoje foi o iPhone OS 4, que passou a se chamar simplesmente iOS 4 (Quero ver o que a CISCO vai achar desse nome que está registrado para ela). O sistema passou por uma cirurgia e está completamente modificado. Destaco as seguintes características:

  • Multitarefa
  • Pastas
  • E-mails com Caixa de Entrada única e mensagens agrupadas (como no GMail)
  • Suporte a VPN SSL
  • Exchange Server 2010
  • iAd

Voltando ao assunto da iAd, a grande sacada desse modelo de propagandas é que o usuário não sai do aplicativo. Não é preciso clicar na propaganda para o desenvolvedor receber um percentual do anúncio. Basta que ele seja exibido no seu aplicativo. A Apple encontra os anunciantes, vende o espaço, a propaganda aparece no seu aplicativo e você recebe um percentual do anúncio. Isso vai permitir que mais aplicativos gratuitos sejam feitos. Mais uma vez ganham todos, o consumidor, que não gasta com o programa, o desenvolvedor e a Apple que ganham com o anúncio.

Para fechar o Keynote, Steve Jobs revelou os preços do iPhone 4G com contrato de 2 anos na AT&T. O aparelho de 16GB custará US$199 (~R$375,00) e o de 32GB custará US$ 299 (~R$ 565,00). Os iPhones 3G S continuarão a ser vendidos, só que custarão US$ 99 (~R$ 190,00), também com contrato de 2 anos. Os aparelhos estarão à venda nos EUA a partir do dia 24 desse mês. Aqui no Brasil, o iPhone 4G só chegará em setembro desse ano, ainda sem preço definido.

Quanto ao iOS 4, o upgrade será gratuito e estará disponível no dia 21 desse mês. Os aparelhos que poderão receber a atualização são os seguintes: iPhone 3G S, iPhone 3G (com limitações), iPod Touch 2ª Ger. e 3ª Ger. (com limitações).

E agora, o que será que os concorrentes acharam disso tudo? E o que você achou disso tudo?

16 comentários em “Novidades e dados expostos no WWDC 2010”