Comparação das Lojas de Aplicativos

Aqui vai uma comparação das lojas de aplicativos com dados da Wikipedia e de alguns jornais.

[TABLE=2]

Como se pode ver a OVI Store tem muito espaço para crescer. Mas precisa encontrar seu rumo o mais rápido possível.

Comments on this entry are closed.

  • Muito boa essa tabela comparativa.
    Realmente a OVI Store tem muito para crescer, pois tem uma base de usuários muito maior que da App Store, porém acredito que o iPhone é um aparelho mais “comercial” que os demais o que alavanca a criação de apps para ele.
    Tenho um E71 e adoro este aparelho. O “problema” é que as vezes não encontro app específicos para determinadas funções e tenho que improvisar.
    Espero que melhore.
    Abraços

    Daniel Françoso
    @danielfrancoso

  • Hahahaha, gostei das moedas. Mas prefiro CarlaBrunis a sarkozys.

  • Pedro Paulo

    Em breve um post sobre a velocidade da app store

  • Bassvix

    Acho engraçado como o mercado consumidor ficou bitolado no marketing em cima “lojas de aplicativos”. Elas contradizem a realidade. Quantos não são os softwares existentes que não fazem parte de lojas de aplicativos, seja porque os desenvolvedores não querem disponibilizar (coitado de quem desenvolve para iPhone, obrigado a isso, por um lado o virtual, mas real, mercado consumidor existe), seja porque nem tentaram disponibilizar, e ainda os que não foram aprovados, e isso vale tanto para a lojas que tem poucos, quanto para as que tem muitos.

    Sendo assim, quem pode provar que o Iphone tem mais aplicativos que um Symbian ou mesmo Windows Mobile? Fora o fato de que quantidade na loja virtual não é qualidade. Quanto inutilitário deve existir.

    Não posso dizer se existem travas para instalação de softwares no Android porque nunca usei, mas no caso de um iPodPhone se me dessem um não sei se arriscaria desbloquea-lo para instalação de qualquer software (mas gostaria), e então ficaria travado à AppStore?! e esse é um dos motivos que falo para os outros, para que vou querer um iPhone?

    O Symbian tem uma gama de softwares muito maior que qualquer um pelo tempo no mercado. Softwares de verdade, não é qualquer inutilitário que é liberado ou os relativamente poucos bons de desenvolvedores sortudos que a Apple libera, mas como mapear a realidade, Handango, outra empresa que já tinha enxergado esse negócio de loja de aplicativos? E programas em Java, não contam (GetJar e outros sites)?

    A Ovi (generalizando os serviços que a Nokia deu esse nome) está engatinhando, o mesmo o da M$, então não vale como referência. O Android se apoiou no marketing do AppStore, para vender seus aparelhos, quase uma auto-propaganda, claro, o que faz um smartphone é o que ele pode disponibilizar em software.

    Há anos uso o Symbian, meu primeiro foi em 2002+-, fiquei na penumbra por uns 2 anos (vendi o meu anterior), mas estou com meu atual N76 (3 anoas mais ou menos) quase falecendo.
    Estou para pegar um Omnia 2, inicialmente com receio, mas depois que vi que a realidade do Windows Mobile (fora ele ser 6.5) é outra (também já fui hard-user do PocketPC).

    É por isso que Jobs é o cara, ele no momento atual é quem percebe como arrancar dinheiro dos outros e atrair o foco para si, Apple, mesmo que o que esteja fazendo não seja nada inovador e não seja a “verdade absoluta”.