Os detalhes do hardware do E72

A pergunta frequente que recebo por Twitter e email é se vale a pena trocar o E71 pelo E72. Na minha opinião só vale se existe algo que lhe incomoda muito no E71 e que tenha sido resolvido no E72. No caso de aparelho novo e não upgrade, não tenha dúvida e fique com o E72.

A seguir, vou listar as diferenças de hardware entre os dois aparelhos, que pode ajudar na sua decisão.

1) O slot do SIM card mudou. Agora é fácil remover o cartão, bastando puxar a aleta metálica.

dsc02959.jpg

2) A trava da tampa da bateria também é nova e posicionada no meio. O mecanismo é bem fácil de ser acionado. Fica a dúvida se ele é mais seguro do que o outro já que que sai muito fácil. Ah, e você sente ela se mexer ao digitar com os polegares e com os outros dedos atrás. Disso eu não gostei.

dsc02958.jpg

3) A nova navikey, óptica, merece melhorias futuras. O conjunto funciona bem e agrada em algumas aplicações (Nokia mail, navegador nativo, menus) mas deixa a desejar em outras por ser muito lento, como uma caixa de texto, por exemplo. E, mesmo podendo escolher a sensibilidade, quando fica bom para um fica ruim para outro. No geral, eu acredito que irá agradar mas espero evoluções do mecanismo ou do firmware. Independente disso, você pode clicar nela (mais dura um pouco) e até mesmo desativá-la completamente, caso não goste.

dsc02954.jpg

4) Agora se tem mais espaço nos quatro botões de atalho, bem ressaltados, enquanto os outros (menu, sair, ligar, encerrar) estão todos no mesmo nível. Prepare-se para apertar botões errados por uns dias se migrar, principalmente o “correio” ao invés de “sair”, se você for destro.

5) Repararam que foi decretado o fim do vermelho e do verde nos botões encerrar e ligar ? Ambos são iluminados por branco. Estranho num primeiro momento, mas fica bonito.

6) Finalmente um novo botão de desligar/ligar, não mais no “vermelho plástico feioso”. E saída de áudio de 3.5mm. E a qualidade do áudio no fone de ouvido ou via bluetooth (A2DP) melhorou bem.

dsc02955.jpg

7) Temos novas teclas como lanterna, espaço e atalho para bluetooth (não é mais no asterisco).

dsc02953.jpg

8) Uma câmera bem melhor, de 5MP, com autofoco e flash via led. Ao tocar na navikey o aparelho já ajusta o foco e prepara para tirar a foto, nada de tecla “T” mais.

dsc02957.jpg

9) O alto falante foi para trás e continua somente útil para voz. Dá vontade de usar os do XM5800.

10) Não tive acesso a uma boa balança, mas todo mundo achou mais leve. No entanto, a especificação contradiz isso. No tamanho, é alguns décimos de milímetro mais largo e maior, chegando a ser pouco mais de um milímetro mais fino no meio do que o E71. Desta vez usei um paquímetro digital para confirmar.

11) O processador é mais rápido, um ARM 11 de 600MHz (o do E71 é um ARM 11 de 369MHz). E você percebe isto ao usar na hora de ligar, instalar programas e abusar do multitasking. Além disso, o E72 tem 250MB de memória interna, uma valor bem confortável para instalar tudo dentro dele e livrar o cartão para fotos, mapas e música (o E71 tem 110MB).

12) Compasso digital e acelerômetro, apesar de não serem muito usados. Use o NorthPole para ver o compasso digital em funcionamento e, para o acelerômetro, configure o E72 para ativar o recurso “soneca” e “silenciar chamadas” ao ser virado (ativos por default).

screenshot0008.jpg
screenshot0009.jpg

13) Cancelamento de ruido nas chamadas, eliminando sons que não sejam a sua voz. Isto ainda vou testar e dar um relatório completo.

screenshot0010.jpg

14) Made in China, não mais na Finlândia.

15) No mais, temos carregamento via USB, tampas do slot de cartão e do conector usb na cor do carro, quer dizer, do celular. Botões laterais de volume e comando de voz na cor prata e remodelados.

dsc02956.jpg

dsc02961.jpg

Via Wordmobi

18 comentários em “Os detalhes do hardware do E72”