Google compra Picnik

Não é o que você está pensando.

O Google adquiriu hoje a empresa de edição de fotos on-line chamada Picnik. Com uma aplicação de design caprichado e uma boa funcionalidade a Picnik oferece várias funcionalidades que você teria em programas comerciais ou Gimp’s da vida totalmente on-line. A Picnik oferece integração com praticamente todas as redes sociais de compartilhamentos de fotos, tanto para leitura como para escrita.

Autocorreção, cortar, redimensionar, consertar a exposição, filtros de nitidez e remoção de olhos vermelhos são algumas das funcionalidades que o Picnik oferece.

Além da versão gratuita, a Picnik oferece a versão premium que possui retoques muito mais sofisticados. Não saberia dizer se a versão premium continua após a venda para o Google.

No entanto a pergunta que fica é: porque o Google comprou a Picnik? Além de um belo código Javascript o que ela tem a oferecer?

Comments on this entry are closed.

  • Como faço pra baixar este programa? Eu uso o GZMO e nem sempre me acerto com ele. E este parece que tem muito mais funções.

  • José Antonio

    É http://www.picnik.com não precisa baixar. É online.

    O que você usa é o Gimp. 🙂

  • O que seria do Chrome OS sem um editor gráfico da vida? 😉

  • José Antonio

    Verdade, Jorge! Vai ser o photoshop do Chrome OS.

  • Rapaz, gostei dele, parece que o Google vai dominar mesmo o mundo Zé.

  • Felipe

    mas o picnick nun é usado pelo Yahoo !!??!?!?

  • Em geral, as aquisições do Google são feitas para adquirir facilmente
    1) código,
    2) direitos e
    3) principalmente gente especializada.

    Basta pegar um software como o Chrome. Ele compraram uma empresa especializada em segurança e colocaram os caras para fazer o sandbox do Chrome. Uma galera especialista em VMs fez o V8 (engine JavaScript). E o inverso também vale: Google adquiriu o Jaiku, e matou ele. Mas fez outros tantos projetos twitter-like (buzz, que boto minha mão no fogo que tem gente do Jaiku envolvida).

    Vocês podem estar certos quanto à inclusão do picnik no ChromeOS. Mas eu não duvidaria se ele fosse adicionado ao Google Docs, já que nessa semana também vimos alguns outros movimentos do Google no sentido de melhorar sua plataforma Office.