Tela OLED é melhor que LCD?

Depende da situação.

Com o advento do OLED, é comum ver pessoas dizendo que tal equipamento é melhor que outro só porque tem tela AMOLED, mas é preciso ter cuidado com tal afirmação.

As telas AMOLED, diferentemente das telas de LCD, emitem luz e, por isso, têm várias vantagens e uma grande desvantagem, quando comparadas com as telas LCD.

Vamos primeiro às vantagens:

1) Consomem menos energia.

Por não precisarem de uma fonte de luz traseira sempre ligada, e pela natureza do OLED, as telas de matriz de OLEDs (AMOLED) consomem menos energia que as de LCD. Assim, para aparelhos que dependem de baterias, ela pode ser a solução para fazer suas fontes de energia durarem mais.

2) Contraste:

Pelo mesmo fato da ausência de iluminação traseira, e pelo fato de emitir luz, as telas AMOLED têm um contraste várias vezes melhor do que as de LCD. A definição das cores é muito melhor também.

3) Espessura

Outro ponto a favor do AMOLED é a espessura das telas que podem ser finíssimas e até serem enroladas, diferentemente das de LCD que têm uma espessura muito maior e não são maleáveis. (Você só dobra um LCD uma vez, :)) Essa capacidade do OLED abre portas para tecidos com displays de OLED, por exemplo. Outra aplicação seria, por exemplo em crachás de identificação.

4) Resistência

Por serem mais finas e flexíveis, são bem mais resistentes. Vejam um teste de resistência de uma tela da Samsung.

Agora, o grande defeito do OLED é a capacidade de uso sob a luz solar. Disparada é essa a maior reclamação de usuários de aparelhos com tela AMOLED.

Justamente pelo mesmo motivo das primeiras vantagens acima, as telas AMOLED não funcionam bem com luz solar direta sobre elas. No caso do LCD, existe uma camada reflexiva embaixo da tela, que ajudam muito na leitura mesmo sob luz intensa. Não é possível fazer a mesma coisa com o AMOLED.

Estima-se que uma tela AMOLED só seja bem visível no sol caso consiga emitir 300nit. A maioria dos celulares e câmeras digitais atuais que têm tela AMOLED conseguem emissões entre 150nits e 250nits, o que está bem abaixo dos 300nits necessários para se ver razoavelmente bem no sol.

Deixo um vídeo abaixo de um teste do celular Samsung Omnia II usado num dia de sol forte. É preciso muita vontade para conseguir usá-lo nessas condições. E isso não é problema dos celulares da Samsung, não. Eu não conheço nenhum outro que tenha tela AMOLED e consiga ser usado no sol.

No caso de TVs e monitores de computador, o OLED deve ser imbatível, principalmente no caso de TVs, já que raramente vemos TV no sol. A nitidez das cores e o contraste são muito melhores do que no LCD.

A durabilidade do OLED era um problema, já que os diodos azuis (são vermelhos, verdes e azuis) queimavam com mais ou menos 14.000 horas de uso (aproximadamente 5 anos de uso normal). Atualmente estima-se que os OLEDs azuis duram 60.000 horas de uso, o que é equivalente a uns 18 ou 20 anos de uso. As demais cores nunca tiveram esse problema.

Comments on this entry are closed.

  • Aknaton

    Muito bom!
    Não conhecia nenhuma dessas informações!
    Ps.Que celular bem “feinho”!

  • Fernando "Eagle" de Sousa

    Aknaton esse celular não é feio, é diferente, nós do mundo Nokia não estamos acostumados a essas formas.