Symbian finalmente abre o código do Kernel

O dia 21 de outubro de 2009, anteontem, não foi marcado pelo lançamento da nova linha de computadores com um logo de maçã mordida. Também não foi marcado por ser a véspera do lançamento da sétima versão do Windows.

Definitivamente, o fato mais importante desse dia foi o anúncio da abertura do código do Kernel (núcleo) do sistema operacional Symbian^3, feito pela Symbian Foundation.

Esse marco foi divulgado no The Symbian Blog, juntamente com o link para que se possa baixar os códigos fonte do Symbian.

Com essa abertura, a Nokia agora está vários passos à frente das outras empresas, com dois sistemas operacionais de código aberto, o Symbian e o Maemo, pronta para encarar qualquer outro sistema operacional.

Como foi dito anteriormente, o Maemo não vai canibalizar o Symbian porque ambos têm destinos diferentes. O Symbian tem vocação para a telefonia e será assim por um bom tempo. Já o Maemo, tem mais vocação para computação móvel e vai seguir seu caminho embarcado nos aparelhos que têm esse foco.

O Symbian team celebra o maior marco até agora: O Kernel já é OPEN-Source!

O Symbian team celebra o maior marco até agora: O Kernel já é OPEN-Source!

Eles testaram o código numa Beagle board, a famosa plaquinha de desenvolvimento que todo cara que gosta de hardware gostaria de ter (alguns já têm, sortudos).

Comments on this entry are closed.

  • Fernando "Eagle" de Sousa

    Sei não. Porque não usar uma plataforma multitarefa? Não gosto dessa história de diversificar. É por isso que o usuário comum não usa linux, são tantas distros e sub-distros sou usuario linux, Nokiamaníaco symbian user, mas acho que deveria ser assim uma plataforma multitarefa.

  • Marcelo Barros

    Fernando, deixe-me entender. O que você chama de “Porque não usar uma plataforma multitarefa” ? Você estava querendo dizer “tentar usar uma única plataforma” ? Pergunto isso porque o symbian é multitarefa, assim como o maemo. E é preciso entender que o symbian na Nokia tem uma longa história e foco em dispositivos realmente pequenos, como um S40 ou anterior. É claro que ele teve que evoluir para alimentar um N97 touch screen, mas foi essencialmente feito para o foco nos pequenos. O Maemo “inflaciona” um pouco o hardware, com maiores exigências de memória e processamento. No entanto, é um sistema muito flexível, fruto de sua raiz no Linux. Eu vejo como linhas realmente diferentes e, num futuro onde o hardware dos pequenos evoluir, talvez como uma transição. Talvez.

    No mais, a abertura do symbian não significa também necessariamente que múltiplos symbians irão aparecer. Isto depende muito da forma como tudo será feito. A comunidade maemo é bem íntegra (no sentido de não se repartir em várias), apesar de existirem projetos paralelos, o que comprova o sucesso deles em gerenciar isso. O symbian numa beagle board, por exemplo, abre um caminho enorme para quem quer usar a base testada e aprovada por anos do symbian em novos produtos (que nem precisa ser celular, pode ser qualquer coisa). E dá força para a comunidade e, indiretamente, para um telefone que venha a usar o symbian. Acredite ou não, eles continuarão existindo por um bom tempo já que nem todo mundo quer pagar caro por um telefone. No fundo, os baratinhos são os que mais vendem.

  • Fernando "Eagle" de Sousa

    Grande Marcelo, longe de mim querer ir de encontro às idéias do blog, como já disse antes em um outro post “sou gente miúda perto de voces”. Mas por outro lado, espero mesmo que a comunidade Maemo realmente se mantenha unida e não vejamos sistemas Maemo 01…Maemo 02 e etc. Por outro lado, gosto do symbian (apesar de não tê-lo testado ainda ao extremo).

  • Sou usuário symbian a muitos anos, desde meu antigo nokia 7650 nunca abandonei o symbian. Agora comemoro esta notícia.

    Só temo uma coisa. Os Ching-Ling MPxxx da vida. Eles copiam tudo! seriam eles um problema ao symbian?

  • Fernando "Eagle" de Sousa

    A opnião do Alisson é pertinente. Xing-lings vendidos indiscriminadamente com sistemas pseudo-symbiam embarcados. Já existe muita cópia de nokia, imagina com o symbiam? Não sei quanto a vcs mas sou Nokia e não abro mão. Só gostaria que não fossem tão caros aqui no Brasil, mas devem ser os impostos…