Processador de 100 núcleos a caminho

Chegamos a um estágio na fabricação de processadores, em que não é mais viável aumentar o clock da CPU para conseguir aumentar a performance. A solução que os fabricantes encontraram para este problema foi colocar vários núcleos dentro do mesmo processador para aumentar a velocidade de processamento através da execução de tarefas em paralelo.

tilera-wafer-1

Primeiro apareceram os Dual Core, depois os Triple Core e Quad Core. E agora? O que vem depois? No início do ano a Intel apresentou uma pesquisa envolvendo processadores com 80 núcleos, mas ainda com muito tempo de estrada até chegar aos computadores.

Nesta semana, a empresa Tilera anunciou que deve começar a fabricar em escala comercial no início do ano que vem um processador com 100 núcleos (será que posso chamar de Hundred Core?). Isso mesmo! Você leu certo, não são dez, são 100 núcleos num processador só!

O maior desafio em se fazer um chip com 100 núcleos está na comunicação entre si desses núcleos e entre eles e a memória. A solução da Tilera foi colocar os núcleos num grid e fazer um switch de comunicação entre esses processadores, quase como uma rede de computadores como nós conhecemos hoje em dia.

Eles afirmam que é possível colocar 100 núcleos num processador sem que haja congestionamento dessa rede. Cada núcleo, possui um processador completo com cache L1 e L2 e ainda um cache L3 distribuído.

Fico imaginando o que um processador desses pode fazer no campo da computação gráfica, por exemplo, onde quase tudo pode ser feito em paralelo. Vários outros campos da computação podem se libertar de amarras com uma CPU capaz de processar 100 threads simultâneas. É realmente um avanço incrível!

Comments on this entry are closed.