Notícias da Califórnia – Dia 2

Hoje o dia foi impressionante. Imagino que só o dia de amanhã vai ser mais legal do que o de hoje. 🙂

Pela manhã tivemos uma palestra da NAVTEQ e um passeio num dos carros que faz o mapeamento das ruas, que foi esse das fotos abaixo:
07102009019

07102009020

07102009021

07102009022

07102009023

07102009024

07102009026

07102009027

A NAVTEQ é uma empresa da Nokia e é a responsável por fornecer os dados de GPS para os mapas do Ovi Maps e do Nokia Maps. Os carros da NAVTEQ fazem o mapeamento das ruas, checando os nomes e os cruzamentos, as placas de velocidade, os radares, placas de informação e os pontos de interesse (lojas, pontos turísticos etc.).

Durante nosso passeio, pudemos ver como é a inserção de dados no sistema e a criação de ruas novas. Incrível o processo.

O carro tem um sistema de câmeras acoplado ao teto, mas é completamente distinto do uso do Google Street View. As câmeras são utilizadas para a verificação dos dados de placas e pontos de interesse e as imagens registradas não são fornecidas para o cliente final. O resultado desse processo é um mapa muito preciso com o máximo de pontos de interesse possível.

Não é à toa que o slogan da empresa é “Making maps & Making maps better.” (Fazer mapas & fazer mapas melhores).

Na parte da tarde, tivemos o briefing da Missão WorldView-2.

Nessa parte do evento, havia gente de várias partes do mundo e das várias empresas que participaram desse projeto, ITT, Hitachi, Microsoft, Boeing, DigitalGlobe e Nokia (espero não ter me esquecido de nenhuma).

A primeira palestra foi da Boeing, explicando o Delta II e o foguete que irá participar dessa missão.

Ele terá nove motores de combustível sólido e um motor principal. Durante o lançamento, seis dos nove motores, juntamente com o motor principal, trabalharão até 1min04s depois do lançamento, quando esses seis motores acabarão e os outros três motores trabalharão juntamente com o principal.

O processo todo está completamente previsto, cronometrado nos centésimos de segundo e tem 26 passos até a entrada em órbita do satélite, 1:49:53.5 depois do lançamento.

Depois dessa palestra da Boeing, passamos para a Digital Globe, que explicou com detalhes toda a constelação de satélites juntamente com o WorldView-2, o satélite de captura de imagens mais avançado que existe até hoje.

O WorldView-2 será capaz de varrer em 4 segundos uma área de 16Km², capturando imagens de alta resolução em oito bandas de espectro, isto é, Panchromatic (P/B), Vermelho, Verde, Azul, Near-Red, Coastal, Amarelo e Near-Infrared.

O QuickBird, primeiro satélite da constelação, só possui 5 bandas de sensor (Vermelho, Verde, Azul, Panchromatic e Near-Infrared) e possui resolução inferior ao WorldView-2.

O WorldView-1 possui só um sensor preto e branco (Panchromatic), mas tem uma resolução maior do que a do QuickBird.

O WorldView-2 junta o melhor dos dois mundos e ainda adiciona mais cores ao sensor, além de ter mais capacidade de armazenamento e uma banda incrível de transferência de dados, 697Mbps.

O WorldView-1 e o WorldView-2 são satélites de GPS também, isso quer dizer que você poderá estar em contato direto com eles qualquer dia desses.

Além de mostrar imagens com maior definição para os usuários, com essas oito camadas de cores, será possível, por exemplo, identificar ruas automaticamente, edifícios e outros pontos. Aliás, o WorldView-1 já vem fazendo isso desde que foi lançado.

Espera-se que em mais ou menos 90 dias já se tenha dados do WorldView-2 disponíveis para o público geral, o que eu achei um prazo bastante interessante para um projeto dessa magnitude.

07102009048

Comments on this entry are closed.

  • Marcelo Barros

    Adicione a isso os rumores de o sistema de navegação passar a ser gratuito no Nokia Maps. A Nokia contra-ataca 🙂

    Na contagem regressiva para o evento !

  • Já está na hora de acabar com o monopolio dos satelites GPS pelo governo americano, uma velharia só lá em cima é que dá aos nossos aparelhos a capacidade de nos orientarmos… iniciativas como essa são otimas, tomara que logo possamos aproveitar em nossos NOKIAS tudo isso, e como bem lembrado pelo marcelo, de graça ainda é mais legal kkkkk

  • Alexandre Novello

    Será que tem como saber que satélite meu GPS está usando? Seria legal verificar que estou usando o WorldView-2.

    Aproveito para lançar uma pergunta. Como funciona a questão dos custos de utilização de um GPS? Hoje em dia compramos GPS e não pagamos pela utilização dos satélites. Os vendedores de GPS já colocam embutido no preço dos aparelhos de GPS uma perpetuidade no uso e pagam este fee as empresas/governos que são donos dos satélites pelo mundo?

  • José Antonio Oliveira

    Dá sim, mas não sei qual será o número dele na constelação atual. O WorldView-1 é o número 20. Quando você vir conectado no 20 estará no irmão mais velho dele.

  • Alexandre Novello

    Zé, boa meia resposta, mas quero a resposta para a segunda pergunta, rsss

  • José Antonio Oliveira

    Alexandre, Não tenho a menor idéia de como isso é remunerado ao dono do satélite… 🙁