Deslizar está na moda. Comunicar, mais ainda.

Vamos começar o post com uma pergunta fácil: o que os modelos HTC Dream (G1), Nokia N97 e E75, Samsung T459 (Scrapy), LG GT360 (Messenger), só pra citar alguns, têm em comum? Sim, um belo teclado QWERTY, escondido por alguma mecânica deslizante.

Dois pontos me chamam a atenção. O primeiro é a (possível) maior aceitação de modelos com teclado QWERTY deslizante ao invés de modelos com teclado QWERTY frontal. Muitas pessoas reportam que não gostam deste teclado frontal pois o aparelho fica muito largo e perde a aparência de celular. O segundo ponto é que começam a surgir modelos de baixo custo mas com esta nova característica. Veja por exemplo o Samsung Scrapy ou o LG Messenger (fotos abaixo), sem as características de smartphones (WiFi, GPS, 3G, etc) mas dando para o usuário a possibilidade de comunicação rápida. Os nomes dizem tudo, não? Nada de modelos sem apelo cognitivo. Ambos estão na faixa de quinhentos a seiscentos reais, desbloqueados. Em geral, são usuários focados em SMS, MMS, Messenger e Orkut, que também usam o telefone para escutar música e, pasmem, até falar. Dada a popularidade destes serviços no Brasil, parece ser mesmo um tiro certeiro. Gostaria bastante de testar um destes modelos por uma semana. Algum fabricante animado a me emprestá-lo para um review detalhado?

O Nokia XpressMusic 5730 parece um pouco com esta linha mas não acredito em preço similar ao ver a lista de características dele. Messaging e baixo custo não parecem dissociados ainda nos aparelhos da Nokia. Uma pena.

Vale lembrar que nos EUA é comum ver aparelhos estritamente focados em “messaging”, de marcas pouco conhecidas, com cobertura nacional e oferecendo planos bem generosos de comunicação. Basta entrar num Wallmart ou Target.

PS: Alguém se lembra do Nokia 6820 ?

4 comentários sobre “Deslizar está na moda. Comunicar, mais ainda.”

  1. Lembrei do 6820 no primeiro momento 🙂 Ainda que tivesse uma certa limitação por conta do software, era um aparelhinho bem interessante.

  2. Confesso que sonhei em ter um 6820, mas não era pro meu bolso naquela época …

  3. Aliás, se alguém tiver um usado, encostado em algum canto mas ainda funcionando e quiser vender, podemos conversar.

  4. Marcelo, eu tenho um 6822 (que usava até comprar o E61 do José Antônio). Pena que eu não tratei ele bem, tá todo riscado. Tive que usar ele há duas semanas atrás e continua funcionando.

Os comentários estão fechados.