Você sabe o que é WRT?

Ano passado, durante o Forum Nokia Tech Days de São Paulo tive oportunidade de aprender a mexer e programar na plataforma Web Run-Time (WRT) que os aparelhos S60 novos trazem consigo.

Essa plataforma, nada mais é do que uma maneira de poder rodar widgets (aplicativos feitos em HTML, Ajax, CSS e Javascript) diretamente do celular, fora do browser, como se fossem aplicativos nativos. É exatamente a mesma coisa que aqueles programinhas que rodam no dashboard do MacOSX ou os widgets do iGoogle etc.

A grande vantagem dessa plataforma é que os desenvolvedores Web não terão muita dificuldade em aprender e desenvolver novos produtos e aplicações.

No site do Forum Nokia é possível começar a desenvolver facilmente seus próprios widgets.

Outra vantagem no desenvolvimento nessa plataforma é que os widgets não requerem assinatura, ao contrário dos programas nativos. Isso facilita os testes e a distribuição dos widgets.

O único problema da plataforma é a pequena gama de aparelhos que suportam WRT ainda. A lista atual (retirada do site S60.com) segue abaixo. Alguns aparelhos só têm essa possibilidade depois de uma certa versão do firmware, como está especificado entre parêntesis.

Aparelhos compatíveis com WRT

Instalando e usando os Widgets

Diferentemente dos aplicativos nativos Symbian, que têm extensão .sis ou .sisx, a instalação dos widgets tem a extensão .wgz.

A instalação pode ser feita da mesma forma que com os arquivos .sis ou .sisx. Pelo Nokia PC Suite ou diretamente no aparelho, ao abrir o arquivo .wgz.

Depois de instalado, o ícone do widget estará disponível na pasta de instalações ou aplicativos, de acordo com o aparelho.

Você poderá encontrar vários widgets para seu celular no site Mosh da Nokia. Além desses, o Dr. Jukka (aquele do Y-Browser), fez uma lista de 50 widgets recomendados por ele. A lista encontra-se nesse endereço: http://www.drjukka.com/50Widgets.html

Modus in rebus

Agradeço muito a participação da leitora Márcia Brandão com o comentário abaixo que, apesar de ser um pouco agressivo, foi muito bom para relembrar dois temas aqui no blog.

Comentário à Postagem: “Eu atualizei meu N82! E deu certo!

“Creio que seu post não se aplica a Hard User. Pois é um fato comum, usuários de S60 efetuarem a troca de PC e o HACK. Existem opiniões adversas e sua pessoa aparenta remar contra a maré. Se você não aconselha os processos descritos, 10 outros blogs recomendam e lendo os comentários destes 10 outros blogs 99% dos user só agradecem. Trabalhei na Nokia de Curitiba/PR, respeito sua opinião, no entanto seu blog foge da realidade tentando se mostrar politicamente correto.”

1) Mudança de Product Code:
Definitivamente não só não sou contra a mudança do product code para fazer update no celular, como recomendo o procedimento para várias ocasiões. Prova disso são todas essas postagens que eu fiz sobre esse tema (a primeira em abril de 2007) , o sem-número de pessoas que eu já ajudei a fazer o procedimento e o outro tanto de celulares que eu mesmo atualizei dessa forma.

http://www.zeletron.com.br/2007/04/trocar-o-firmware-do-seu-nokia-e61.html
http://www.zeletron.com.br/2007/05/grazie-tim.html
http://www.zeletron.com.br/2007/09/atualize-o-firmware-do-seu-n80-para-o.html
http://www.zeletron.com.br/2007/09/lista-de-product-codes-nokia-somente.html
http://www.zeletron.com.br/2007/09/e50-dois-dias-dois-updates.html
http://www.zeletron.com.br/2008/09/mude-o-idioma-atualize-seu-celular-e.html

Vale ressaltar que coloquei a observação do product code no final da postagem anterior, para explicar o porquê de precisar fazer o hard reset em alguns casos, depois de atualizar os celular S60 FP1 ou FP2 com Product Code trocado.

2)Aplicação do Hack ou Destravamento do Celular:
A aplicação de Hack nos celulares, ou o destravamento do celular para instalação de quaisquer aplicativos já é um assunto mais complicado.

Não recomendo esse procedimento porque ele expõe o celular a programas maliciosos que podem atrapalhar bastante. Esse é o único motivo de eu não recomendar o procedimento. Existem opiniões contrárias e eu as respeito.

Inclusive, existem vários blogs bons que ensinam a fazer isso e acho que eles têm todo o direito de publicar sobre o assunto porque eles não vêem nenhum problema no procedimento.

Não recomendo única e exclusivamente pelo motivo citado anteriormente.

Ah, e antes que eu me esqueça, politicamente correto é a comadre da sua madrinha!

Eu atualizei meu N82! E deu certo!

Apesar de todos os avisos de outros blogs nacionais e internacionais, resolvi atualizar meu N82 para ver se o que diziam era certo ou não.

Eu sei que isso pode parecer maluquice, mas ainda não tinha lido nenhum testemunho real de um usuário de N82, somente aquele famoso disse-me-disse que rola em blogs, que, apesar de bem intencionados, acabam às vezes atrapalhando.


Dito e feito, fiz a atualização e tudo correu bem.

Ao contrário do que todo mundo dizia, meu N82 não travou depois da atualização e o Nokia Maps não trava o celular. Testei o Nokia Maps várias vezes depois de atualizar e em nenhuma delas o celular travou.

Ainda não reparei nenhuma melhoria, mas o celular está sendo, neste momento, testado arduamente pelo meu irmão mais novo, que está rodando todos os programas e jogos que ele conhece.

Outro detalhe, não perdi um bit dos meus dados e não precisei reinstalar nenhum programa. Tudo estava como eu havia deixado. É lógico que eu fiz um backup para o PC antes de começar o update.

Também não tenho como dizer se essa atualização acaba com a possibilidade de hacking do aparelho, porque, como vocês bem sabem, eu não faço isso no meu celular nem aconselho a ninguém fazer no seu.

Por último volto a recomendar encarecidamente a todos que fazem atualizações de qualquer celular que FAÇAM UM SIGA-ME antes de começar o processo, para não receber nenhuma chamada durante a atualização e não ferrar o aparelho. Caso não saiba como fazer um siga-me, eu tenho um post sobre isso, basta clicar aqui e ler.


Em tempo: Quando se modifica o Product Code de um celular S60 FP1 ou FP2 para conseguir fazer atualização ou tirar as marcas da operadora, não é possível manter os dados como eu fiz agora.

Por isso acontece o travamento do celular depois da atualização, sendo necessário formatar o aparelho, como disseram.

Isso explicaria um dos “bugs” relatados em outros sites, mas não concordo que isto seja bug. Na verdade o celular não foi feito para ter o Product Code alterado, não é mesmo?

Câmera do E71

Depois de ficar muito tempo reclamando no meu ouvido (e no meu e-mail) do 6120 Classic, o Pedro Paulo (sim, esse mesmo que escreve aqui no blog quando eu estou fora e que tem o blog Bugs e Soluções) resolveu comprar um celular decente, o E71.

Não que o 6120 Classic seja ruim. Ele é um celular barato e, como tal, tem menos funcionalidades de um celular mais caro. Assim mesmo, é notório que esse celular tem tantos bugs abertos que merecia uma atenção maior da Nokia para resolver esses problemas.

Bom, mas não vou gastar o post falando dos problemas do 6120 Classic. Como está escrito no título, a idéia é abrir um debate com os outros proprietários de E71 sobre os problemas da câmera, que tanto incomodam o Pedro Paulo.

O primeiro problema é o fato de quase todas as fotos saírem avermelhadas. Vejam o exemplo abaixo.

O segundo problema é bem pior, na minha opinião, se olharem essa foto acima com mais atenção e no tamanho natural dela, verão 3 linhas brancas no meio da imagem, como pode-se notar nessa parte da foto acima ampliada:


Pelo que ele me disse, outras pessoas estão tendo o mesmo problema com a câmera.

E você que tem um E71? Está tendo os mesmos problemas com a câmera? Conte-nos suas experiências com a câmera do celular através de comentários nesse post ou através do e-mail que fica na barra lateral esquerda.

Atualização: Segue abaixo o e-mail.

Seguem abaixo outros detalhes de fotos com as três linhas e com tons avermelhados.





Freeware da Semana – MiniTruco

Esse mês de janeiro está sendo uma correria danada. Tirei uma semana de férias e depois disso até o fim do mês vou estar num período hiper atribulado. Peço desculpas pelo grande espaço entre as postagens. Prometo que o blog vai voltar ao ritmo normal em breve.

Não abro meu Google Reader faz tempo, mas na última vez que abri, li no blog do Rodrigo Toledo sobre um jogo de truco em Java chamado MiniTruco que me chamou a atenção.

Eu nunca soube jogar truco (pulei essa matéria na época da faculdade, hehehe), mas sempre gostei de assistir aos jogos dos amigos. Era uma gritaria o tempo inteiro e sempre havia muita diversão e confusão, é lógico.

Essa versão do jogo foi feita em JavaME por um brasileiro chamado Carlos Duarte do Nascimento (também conhecido como Chester) em conjunto com mais três pessoas.

A grande graça desse jogo é permitir que as pessoas jogem via bluetooth ou via rede (através de um servidor com várias salas de jogo).

Já testei o jogo via bluetooth, mas ele só funcionou com dois celulares Symbian (Um E65 e um N82). Com celulares S40 não funcionou nem com reza braba.

Testei também o jogo via rede e funcionou belezinha. Com isso até aprendi a jogar truco, antes tarde do que nunca!

Vale a pena ter esse jogo instalado no seu celular. É diversão garantida. Mesmo que você não tenha bluetooth ou rede no celular, o jogo é bastante esperto e você pode jogar contra o celular. Eu garanto que você vai ter trabalho para conseguir parar de jogar.

O jogo pode ser baixado do blog do chester no seguinte endereço: http://chester.blog.br/archives/2006/01/mt.html

Freeware da Semana – FreeTimeBox

Depois de usar bastante tempo o FreeTimeSync no E51, vendi o celular e acabei me esquecendo do programa que já foi falado por aqui uma vez.

Nesta semana resolvi instalar o programa no N82 (ainda não acabei de colocar todos os programas nele) e descobri que ele mudou de nome para FreeTimeBox, que, além de consertar uns bugs da versão anterior, ainda inclui novas funcionalidades.

O FreeTimeBox é um aplicativo que sincroniza a hora do celular com algum servidor NTP, ou com um satélite GPS ou com a operadora, via SMS.

Ele pode ser programado para atualizar a hora periodicamente, para os mais neuróticos com hora.

Para baixar o programa, clique aqui.

Ah, outra novidade, o programa não era assinado antes. Agora já está assinado e prontinho para instalar no seu celular.

N97 Chega nas lojas em março? Mais barato que o N96?

Li agora no blog do Rodrigo Toledo que o N97 deve ser lançado na Europa até 31 de março desse ano pelos “módicos” € 532,00 (R$1.700,00).

Se isso realmente acontecer, ele deve chegar mais barato que o N96, que hoje custa € 739,00 (R$ 2.350,00) por lá.

O N85 (que, na minha opinião é melhor que o N96), custa € 499,00 (R$1.600,00) no velho continente.

Enquanto eles não vêm, eu só sei que o N82 é o celular mais maneiro que já fizeram até hoje. Show de bola!

Ah, e os amigos leitores portugueses já poderão nos contar em 15 dias como é o 5800 XpressMusic, já que ele será lançado na terra de Camões no final de janeiro!

A câmera do N82

Um dos motivos que me incentivou a compra do N82 foi sua câmera de 5Mpx com flash de Xenon e foco automático, coisa que nenhum outro celular da Nokia tem até hoje.

Durante essa viagem, pude testar algumas características da câmera com mais detalhe. Seguem abaixo fotos tiradas com o N82, seguidas por seus comentários.

(Todas as fotos disponíveis estão em seu tamanho original. Basta clicar nas fotos para aumentá-las)

Fotos internas, com flash:


Fotos da geladeira do primeiro hotel.
Só ficamos uma noite nessa espelunca.

Outra pérola do primeiro hotel.
Chama-se Catalina Suites a espelunca.


Nessa foto o flash não fez diferença
porque o alvo da foto estava longe.

Fotos internas, sem flash:

Na Argentina não se coloca Papai Noel
para tirar foto no shopping.
São os Reis Magos que recebem as cartas.

Capela de São José na Catedral
de Buenos Aires.

Fui na loja da Barbie… Enquanto minha
esposa se divertia, eu tomava um café.
Algo parecido aconteceu na Nokia Store de Londres 🙂

Foto com Macro:

Se olharem com atenção poderão
ver o N82 refletido na aliança

Fotos externas diurnas:











Uma homenagem ao teclado bluetooh:


Vão-se os anéis, ficam-se os dedos…

…Já dizia minha falecida avó, quando alguém era assaltado mas não se machucava.

No penúltimo dia da viagem, estava andando na Calle Florida, em Buenos Aires, quando uma senhora me avisou que minha mochila estava aberta.

Para explicar melhor a situação, essa rua é uma das mais movimentadas da cidade há gente de todo tipo em toda sua extensão. Como o hotel que eu estava era na esquina dessa rua, eu já havia andado por ela todos os dias da viagem e não tinha visto ninguém ser assaltado.

Voltando ao ponto que a senhora me avisou da mochila aberta, logo verifiquei que um trombadinha miserável havia aberto a mochila e pegou a primeira coisa grande que se parecia com uma carteira, o teclado Bluetooth que eu havia ganhado.

Não havia o que fazer… Alguém, naquele momento, estaria com o teclado nas mãos, com uma cara de ponto de interrogação, perguntando a si mesmo para que servia aquilo e com raiva por não ser uma carteira. Eu, por outro lado, estava aliviado por não terem me levado os passaportes, nem a carteira, nem o N82 e ao mesmo tempo com muita raiva por ter perdido o tecladinho que era tão bom!

Em todas as paradas em que havia um hotspot wifi eu usava o teclado para ler e enviar e-mails e navegar com mais conforto. Foi uma pena o terem roubado. Acho que vou ter que consertar o iGo Stoaway para poder usar o celular nas viagens.

Como prometi, aí vão as únicas fotos que eu tenho do teclado bluetooth. Nem tive como saber a duração da bateria (ainda estava funcionando bem com as primeiras pilhas). Também não pude fazer uma comparação lado a lado com o iGo para mostrar para vocês. É uma pena.


De qualquer forma, termino com a frase da minha sábia avó: “Vão-se os anéis, ficam-se os dedos.”

P.S.: Sinceramente, gostaria muito de encontrar o miserável que roubou o teclado e perguntar para que serviu aquilo para ele… Ah, e logicamente pegar o teclado de volta, hehehe.

E71 Video – Enquanto seu lobo não vem

Aproveito-me da ida do dono deste blog para Buenos Aires, deve estar voltando hoje, para colocar mais uma coisa sobre o Nokia E71.

Mais um problema encontrado: vídeos!

O RealPlayer do E71 não toca os videos que o Nokia Video converte para ele. Procurei na internet e encontrei outras pessoas com o mesmo problema. Outro problema é a câmera que sempre põe tres linhas vermelhas finas, mas que são perceptíveis. Parece que isto foi consertado no firmware que saiu, mas como vivemos na periferia do mundo só devemos ter este firmware sabe Deus quando.

Bom, esperemos a volta do dono do Blog…

Revisão do Nokia E71

Como o autor deste blog está curtindo a vida viajando para Buenos Aires, faço aqui uma revisão do Nokia E71 que adquiri por ser um aparelho com ótimas especificações, por ter teclado e pelo fato do Nokia 6120 que usava estar com uma série de bugs problemas não resolvidos.

Vamos aos destaques de configuração:
– Acabamento muito bom.
– Câmera 3.2Mpx, flash, auto focus. (Câmera de video chamada VGA)
– A-GPS (Nokia Maps 2.0 pré-instalado)
– Flash Lite 3.0
– Memória Interna 110 MB
– WiFi (WEP/WPA/WPA2)
– VPN
– Bluetooth 2.0
– Push Mail (Nokia EMail)

Antes de mostrar fotos alguns pontos que não gostei.
– Atualização de Firmware não disponível para o product code do Brasil
– Bateria poderia durar um pouco mais.
– Recepção de celular pior que o 6120 que já não é bom. Picota muito a ligação. Considerando que celular serve para falar espero que consertem isso.
– Cabo USB não é o miniUSB
– Fone com 2.5mm

Algumas fotos tiradas com o 6120 e outras fotos do 6120 tiradas com o E71. (Quando você vir o 6120 é porque estou tirando a foto com o E71 e quando você vir o E71 é porque estou tirando a foto com o 6120 – olha que esperteza!)

Advinha qual celular tirou as fotos acima: ( ) E71  ( ) 6120  ( ) Não Sei            🙂

Agora a câmera dele:

Um pequeno review do teclado bluetooth Nokia

Cá estou eu aqui no aeroporto Tom Jobim (Galeão) aguardando abrirem o check-in do meu vôo para BsAs.

Como são duas horas da madrugada e eu já passei da idade de ficar passando trotes de madrugada para as pessoas, resolvi testar o N82 + Teclado Bluetooth e escrever um pouco no blog.

Não é das coisas mais confortáveis do mundo escrever com teclado bluetooth, mas quebra um tremendo galho quando você está sem um computador por perto.

As primeiras linhas saíram com mais dificuldades, mas, com o tempo, a taxa de acerto ficou bem maior e o post vai fluindo melhor.

Em comparação com o teclado bluetooth iGo que eu tenho, esse teclado da Nokia funciona bem mais facilmente e de maneira mais intuitiva.

Em primeiro lugar, existem teclas dedicadas para os celulares S60, como as teclas de função direita e esquerda, as teclas de navegação e os botões de menu e e-mail.

Depois, o programa que faz o papel de driver de teclado já vem instalado em vários modelos, e, nos que não vêm, é possível baixar diretamente do aplicativo Download!.

As teclas desse modelo da Nokia são um pouco mais apertadas que as do iGo Stowaway, mas ele é mais fácil de usar porque só tem uma tecla de função, que, combinada com o shift, dá acesso a todos os caracteres do teclado. Já o Stoaway tem duas teclas de função, Azul e verde, que, na minha opinião, confundem um pouco na hora de digitar.

Outro ponto positivo do teclado é o fato de ter um botão de ligar/desliga e três LEDs para indicar quando o Fn está travado.

Um ponto negativo é não ter um LED para indicar quando o CapsLock está ativo.

O sistema de dobra desse teclado funciona com duas engrenagens plásticas no meio do teclado. Se ele não estiver apoiado num plano, não fica muito firme, e parece que força o mecanismo de dobra.

O quesito acentos é idêntico a um teclado US-International. Nada de ficar fazendo malabarismos para escrever um til ou um acento. Só o trema (que desde ontem não existe mais na língua de Camões) é feito com as aspas, o que não é muito intuitivo.

Como o editor do blogger não é lá essas coisas no celular, vou ficar devendo uma foto do teclado. Quando eu estiver de volta faço um álbum de fotos do teclado para vocês.

A propósito, escrever no N82 é mil vezes melhor do que escrever no E51. Primeiro porque a tela é bem maior, segundo porque, com a rotação automática da tela, é muito melhor escrever com o celular na horizontal.

Como eu sou mono tarefa, tive que desligar a música, senão não conseguia me concentrar no texto que eu estava escrevendo.