Comments on this entry are closed.

  • Gleison

    Pelo direito à ciência, pelo direito à pesquisa científica, pelo progresso, por algo que provavelmente vai salvar a vida de muitas pessoas e tornar mais fácil a vida de muitas outras. Um viva às células pesquisas com células tronco! 🙂

    PS: Fica chateado comigo não rs

  • Jonny_N95

    Não acho que seja justificavel assassinar uma pessoa (no caso o embrião) para pesquisar tratamento para outras.

  • IsoldaG

    Nossa gente! Este vídeo é d+.

    Nunca tinha pensado desta maneira. De fato é um crime mexer com os embriõeszinhos…

  • Myrtle

    Esse treco de pesquisa com célula de embrião é um grande lobby patrocinado pela “Prof” Mayana Zatz que põe os pacientes para se arrastar no chão na frente do congresso para serem fotografados e engana os coitados que não vão ser curados matando os embrioes.

  • Pablo

    Não leiam mais nada, não escutem mais nada, não pensem mais nada a respeito da questão do uso de embriões humanos para pesquisa sem antes ver este pequeno vídeo de três minutos:

    http://www.youtube.com/watch?v=Pf9dI3UdWq0

    Após assisti-lo, qualquer pessoa poderá entender que, em meio ao grande material que todos tivemos contato acerca deste assunto tão comentado nos últimos dias, tudo o que pudermos ler, ouvir ou pensar sobre ele cabe dentro destas imagens. Elas são o argumento definitivo, acima de qualquer outra razão que possa ser formulada sobre este tema. Afinal, a realidade deveria ser não só o último como o primeiro dos argumentos para as nossas dúvidas, pois ela está acima de tudo que qualquer pessoa possa ler, ouvir ou pensar.
    Seria muito interessante que encaminhássemos esta mensagem para que ela chegue aos ministros do STF.
    Aos que quiserem, possuo mais material sobre o assunto.

  • rmaues.rocha

    Srs. Esse assunto é algo que vai tormar muito tempo e muito ainda vai se falar sobre ele, mesmo quando já tivermos uma decisão sobre o assunto.
    O que esta em jogo nesse assunto não é na verdade a possibilidade de pesquisas com células-tronco e sim a vida. Neste caso a vida não é bem definida na legislação brasileira, não sabemos se a lei considera um embrião, vejam que embrião já existe quando temos somente 2 ou 4 células, uma vida ou se a vida começa quando o coração do feto começa a bater, este acredito é o ponto central deste assunto.
    No entanto, muitos acreditam que o Estado brasileiro é o responsável por garantir a todos nós o direito a vida certo ? Concordo plenamente mas porquue ninguém se coloca no lugar daqueles que também tem direito a vida mas que agora são portadores de doenças que podem ser curadas pelas pesquisas ? Devemos nos lembrar que um embrião é apenas uma pespectiva de vida, muitas mulheres ficam grávidas em nem sabem, porque a gravidez muitas vezes não segue por algum motivo.

    Devemos ter muito cuidado com este assunto porque estamos lidando com o direito a vida dos dois lados.