Um quase review sobre o 6111

Até hoje sempre eu sempre tinha tido curiosidade de testar um Nokia 6111 ou pelo menos vê-lo de perto. Em todas as lojas que eu o via, das duas uma, ou ele estava trancado numa redoma de vidro ou era um aparelho “fake” (só a casca) para demonstrações.

Hoje, fui com minha esposa na loja da Claro (para ela tentar resolver um problema com a operadora que virou uma odisséia) e vi um painel com vários aparelhos Nokia ligados, dentre eles o 6111.

Aqui vão as impressões do aparelho:

1) Design espetacular. O aparelho se abre suavemente com um leve toque para cima.
2) Tamanho e peso mínimos (8,4cm x 4,7cm x 2,3cm e 92g)
3) A sensação ao apertar a tecla é muito boa, ela é uma combinação de suavidade e precisão.
4) Roda o sistema S40 3rd Edition (A última versão do S40)
5) Tem uma câmera de 1Mpixel com “flash” de LED
6) Bluetooth, Infravermelho, GPRS, EDGE, PTT, Rádio FM…

Não tive oportunidade de testar muito o aparelho, até porque ele não estava com um chip habilitado, mas o pouco que eu vi me impressionou muito, mesmo não sendo um aparelho Symbian.

O aparelho pode funcionar como um modem EDGE para seu computador se você tiver um adaptador bluetooth no micro ou se usar um cabo USB.

Para mim, o que falta nesse aparelho é só um espaço para um cartão de memória, já que com uma câmera boa dessas e um som bom, você poderia usá-lo como uma câmera digital e um MP3 Player.

Apesar disso, a beleza dele compensa a falta do espaço para Chip de memória.

Para as fanáticas por rosa, ele tem também uma versão nesta cor, que dá de mil a zero no V3 Pink da Motorola em termos de beleza (Não que eu goste de rosa, mas vale a comparação).

5 comentários em “Um quase review sobre o 6111”